Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Francisco Diá testa variações no Sampaio Corrêa

Portões do gigante do Outeiro da Cruz abertos para o técnico Francisco Diá começar a montar a equipe titular.

Foto: Reprodução

A quarta-feira foi de treinamento no local do confronto. Portões do gigante do Outeiro da Cruz abertos para o técnico Francisco Diá começar a montar a equipe titular. O treinador comandou o primeiro coletivo da semana e já traça os planos para levar o Tricolor a mais um triunfo na competição.

Diá não pôde contar com Diego Silva durante a atividade. O jogador se queixou de dores na coxa e foi poupado do treinamento. O volante boliviano passará por um exame de imagem para o departamento médico ter uma noção exata do problema.

Uma ausência certa é o lateral Pedro Costa, que levou o terceiro cartão amarelo. Em compensação, Zaquel está de volta, e garante muita disposição para mais uma missão com a camisa boliviana: “Muitos estão falando que é um jogo sem importância, mas, para nós, vale muito, porque ainda queremos a primeira colocação do grupo. Vamos a campo dispostos a buscar mais esses três pontos”, afirmou o volante do Sampaio Corrêa.

Durante o coletivo, Diá fez uma série de testes na equipe, trabalhando com três zagueiros, Fredson, Maracás e Odair, Zaquel como único volante e Wellington Rato ao lado de Fernando Sobral na armação das jogadas.

Mas a formação sofreu outras alterações ao longo da movimentação. Marlon também treinou entre os titulares, assim como Valderrama e Jerffeson Recife. Variações trabalhadas e analisadas atentamente para a escolha do time titular.

Nesta quinta-feira, a equipe Tricolor volta a treinar no Castelão, a partir das 15h30, para realizar o treinamento decisivo. Coletivo apronto para definir o time que vai entrar em campo para enfrentar o Botafogo/PB.