Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Acusado de assassinato é condenado a 12 anos de prisão

O júri teve como réu Francisco Cleiton Delgado Lima, acusado de ter matado Herbeth Alves da Silva a golpes de faca, crime ocorrido em fevereiro de 2007.

Fórum Desembargadora Etelvina Ribeiro Gonçalves, em Codó, onde ocorreram as sessões.

O juiz Ailton Gutemberg Carvalho, titular da 3ª Vara da Comarca de Codó, presidiu sessão de julgamento no último dia 5 de setembro. O júri teve como réu Francisco Cleiton Delgado Lima, acusado de ter matado Herbeth Alves da Silva a golpes de faca, crime ocorrido em fevereiro de 2007. Francisco Cleiton foi considerado culpado pelo conselho de sentença e recebeu a pena de 12 anos de prisão, a ser cumprida em regime inicialmente fechado.

Relata a denúncia que o motivo teria sido o fato de o acusado ter desrespeitado a irmã da vítima, o que causou uma discussão. Em meio à confusão, Francisco Cleiton teria sacado uma faca e atingido Herberth na região do tórax. A vítima foi levada ao Hospital Geral Municipal. Mesmo após cirurgia, Herberth faleceu em decorrência da facada.

Com esse julgamento, o juiz Ailton Gutemberg encerrou a agenda prevista para o mês de agosto, que trouxe sete sessões do tribunal do júri. Os réus foram Antônio Barbosa Araújo, Raimundo Nonato da Conceição, James Dean Silva Rodrigues, Reginaldo Sousa, Francisco Cleiton Delgado, Evilásio Santos, e Messias de Oliveira de Sousa.

O julgamento aconteceu no Salão do Júri do Fórum de Codó e teve a promotora Valéria Chaib Amorim atuando na acusação.

 

(CGJ)