Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Cão ataca e mata dono após consumir crack, conclui investigação

O ataque aconteceu durante a gravação de um documentário da ‘BBC’, e as investigações apontaram que o cão consumiu drogas antes.

Foto: Reprodução

Um ataque feroz de cão terminou na morte de um homem de 41 anos, em março deste ano na Inglaterra. De acordo com o portal de notícias do jornal carioca ‘’O Globo’’, o ataque aconteceu durante a gravação de um documentário da BBC que abordava o uso de drogas.

A equipe estava na casa de Mario Perivoitos, de 41 anos, usuário de drogas, quando seu cão da raça bull terrier de Staffordshire, que se chamava Major, o atacou de uma maneira sanguinária.

Morte horripilante

Os jornalistas que estavam na casa de Perivoitos para entrevistá-lo afirmaram que o cão avançou na direção de seu dono de forma violenta e inesperada. O cachorro mordeu ferozmente o pescoço de Perivoitos provocando ferimentos graves na laringe, que o levaram à morte.

Um inquérito foi aberto por uma da Justiça londrina, para investigar as causas que levaram ao ataque fatal do animal contra seu dono.

Segundo o a equipe da BBC, enquanto Mario dava a entrevista para o documentário “Mapa das Drogas da Grã-Bretanha”, ele sofreu um ataque epilético e foi neste momento que Major o atacou.

Autopsia

Joshua Haddow, o produtor do documentário, depois de várias tentativas, conseguiu retirar o cão de cima da vítima. Infelizmente. já era tarde demais, ele foi socorrido por uma ambulância, mas morreu logo depois de chegar ao hospital.

A médica Julie Higgins foi a responsável pela autópsia do corpo de Mario. Ela confirmou para os investigadores que a causa da morte dele realmente foi por causa dos ferimentos causados pelo ataque do cão. Ele foi mordido no rosto e teve a laringe destruída.

O cão estava drogado

De acordo com as investigações, o cão estava sob o feito de drogas. Segundo o veterinário toxicologista Nicholas Carmichael, que examinou o animal, foi encontrado na urina do Major uma grande quantidade de morfina e cocaína.

Nicholas acredita que o comportamento extremamente agressivo do cão se deve a ingestão de drogas. Ele relatou ao jornal Daily Mail que o animal provavelmente comeu pedras de crack e cocaína. Por isso, se tornou tão agressivo. O veterinário explicou que quando os animais ingerem drogas, eles ficam muito agitados e podem se tornar bastante agressivos.

Investigação

Segundo os dados levantados pela investigação do incidente que levou Perivoitos a morte, cujo resultado foi divulgado esta semana, o cão o atacou no momento em que ele teve o ataque epilético. Tal comportamento agressivo se deu provavelmente porque o cachorro ingeriu drogas.

As autoridades locais agradeceram a equipe da BBC por terem tentado salvar a vida de Mário e pediram para que o cão seja sacrificado.