Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

José Fernandes lança nesta sexta-feira livro sobre o poeta Pery Gomes Feio

O escritor José Fernandes lançará nesta sexta-feira (15) o seu mais novo livro, intitulado “Dor, Amor e Poesia”.

O escritor José Fernandes lança hoje livro sobre a vida e a obra de Pery Gomes Feio. (Foto: Gilson Ferreira)

O escritor José Fernandes lançará nesta sexta-feira (15) o seu mais novo livro, intitulado “Dor, Amor e Poesia”. Esta obra faz um resgate da vida e da obra do poeta rosariense Pery Gomes Feio (1909-1952). O lançamento acontecerá às 18 horas, na Livraria e Espaço Cultural AMEI, no São Luís Shopping.

Este é o 14º livro de José Fernandes, produzido como um levantamento biográfico sobre o poeta Pery Gomes Feio, que foi de grande notabilidade no Maranhão, nos primeiros anos do século XX.

“Eu me interessei pela vida deste grande poeta desde criança, quando o conheci aos 8 ou 9 anos de idade, esmolando na minha terra natal, Arari, e retribuindo com palavras poéticas e inusitada eloquência as esmolas que recebia. Ele sofria de hanseníase desde os primeiros anos da juventude”, afirmou o escritor José Fernando, acrescentando que Pery Gomes Feio morou durante muitos anos no antigo Leprosário do Gavião, atrás do Cemitério, onde hoje é o bairro do Goiabal.

Membro do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão (IHGM) e da Academia Ludovicense de Letras, José Fernandes frisou que, por influência de Pery Gomes Feio, por meio de seus discursos de protesto contra os maus tratos que eram impingidos a ele próprio e aos seus colegas de enfermidade, o poder público decidiu, com os esforços de alguns setores da sociedade, edificar o Hospital Colônia Aquiles Lisboa, na Ponta do Bonfim, onde o poeta passou longos anos, e lá produziu grande parte de sua obra, constituída por livros que alcançaram grande notoriedade entre o público maranhense da época.

No ano de 2015, José Fernandes lançou em São Luís mais dois livros de sua autoria: “A Indústria Gráfica no Maranhão” e “Canto Telúrico”. Fruto de longos anos de pesquisa, o livro “A Indústria Gráfica no Maranhão”, com prefácio do historiador Milson Coutinho, traz à luz uma visão geral centralizada na formação da indústria gráfica no Estado, a partir de sua implantação até os nossos dias.