Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Caprichar nos vegetais dá mais disposição

Segundo nova pesquisa, comer frutas, verduras e legumes aumentou o bem-estar mental em apenas duas semanas

Foto: Reprodução

Anda desmotivado? Talvez a solução esteja na feira, segundo experts da Universidade de Otago, na Nova Zelândia. Eles separaram 171 estudantes de 18 a 25 anos em dois grupos. Enquanto o primeiro ganhou pessoalmente um kit de vegetais, o segundo recebeu um vale-compras para adquirir esses alimentos e mensagens eletrônicas incentivando seu consumo.

Em apenas 14 dias, os cientistas notaram que só a turma agraciada com a sacola de frutas, verduras e legumes comeu 3,7 porções desses itens e demonstrou maior vitalidade e motivação. “Os vegetais são fontes de vitaminas e minerais antioxidantes, que ajudam na remoção dos radicais livres”, explica a nutricionista Renata Furlan Viebig, da Universidade Presbiteriana Mackenzie, na capital paulista. “E estudos mostram que essas moléculas estão associadas à piora no funcionamento do cérebro”, completa. Porém, a especialista pondera que duas semanas seria pouco tempo para ter mais antioxidantes correndo pelo sangue e atuando no corpo.

Em todo caso, não há motivos para adiar a inclusão ou a ampliação dos vegetais na rotina. Até porque a Organização Mundial da Saúde recomenda o consumo de 5 porções todo santo dia.

Estudiosos da Universidade de Hong Kong endossam a importância dos vegetais à massa cinzenta. Desta vez, a ideia era avaliar o impacto desses alimentos na proteção contra a demência. Para isso, 17 700 idosos saudáveis foram acompanhados por seis anos. Constatou-se, então, que comer duas porções de frutas e três de verduras e legumes reduz o risco de o cérebro pifar.