Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Cris Cyborg rejeita luta com Ronda Rousey no UFC

Campeã peso-pena diz que não é mais o momento de enfrentar a americana ex-campeã peso-galo, não descarta um encontro no show de luta livre, e ironiza o técnico Edmond Tarverdyan

Cris Cyborg acredita que Ronda devia enfrentar Miesha Tate (Foto: Evelyn Rodrigues)

A entrevista do treinador de longa data de Ronda Rousey, Edmond Tarverdyan, na última segunda-feira, ganhou manchetes no mundo do MMA, principalmente ao revelar seu desejo de ver a americana enfrentar a brasileira Cris Cyborg. Ele garantiu que Ronda venceria a atual campeã peso-pena do UFC, e ainda a apontou como “lenta”. Em entrevista ao “MMA Fighting”, Cyborg desdenhou de uma luta com Ronda no octógono, mas não descartou a possibilidade de enfrentá-la.

– Se Ronda quiser voltar para uma luta, acredito que é melhor para ela lutar contra Miesha Tate. Estou em outro estágio da minha carreira. Queria lutar contra Ronda quando ela estava psicologicamente bem e confiante – afirmou, citando a então aposentada e ex-campeã dos galos Miesha Tate.

Cyborg está hoje na Tailândia treinando, e vive a expectativa de enfrentar Holly Holm no UFC 219, marcado para o dia 30 de dezembro, em Las Vegas. Ainda sobre Ronda, a lutadora invicta desde 2005 enxerga um possível encontro na luta livre.

– Agora, se ela quer fazer uma boa luta pelos fãs, podemos fazer isso no WWE. Caberia perfeitamente (para ela) ir a Hollywood, e para mim seria outro desafio na minha carreira. E seu treinador se encaixaria perfeitamente em seu córner no WWE, ele não é mais do que uma piada.

Em julho, Cris Cyborg fez sua última luta, quando conquistou o cinturão vago do peso-pena do UFC ao vencer Tonya Evinger por nocaute, no terceiro round, no UFC 214.