Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Golpe no WhatsApp usa imagem de Neymar para causar prejuízos às vítimas

Em duas semanas, a falsa promessa já foi visualizada por mais de 10 mil pessoas.

Foto: Reprodução

Os usuários do WhatsApp estão expostos a um novo golpe que envolve a imagem do atacante Neymar . De acordo com alerta divulgado pela PSafe, empresa especializada em segurança para dispositivos móveis, a tática dos cibercriminosos consiste em disseminar mensagens que prometem personalizar o plano de fundo do aplicativo com imagens do jogardor. Em duas semanas, a falsa promessa já foi visualizada por mais de 10 mil pessoas.

A armadilha compartilhada pelo WhatsApp afirma que os usuários podem escolher o clube em que gostariam de ver Neymar jogando e, em seguida, obter um papel de parede personalizado. Para isso, a vítima é induzida a acessar uma página e compartilhar o suposto serviço para oito grupos ou quinze amigos no aplicativo. A ideia dos responsáveis pelo golpe é aumentar a credibilidade do suposto recurso por meio de mensagens de contatos ou grupos conhecidos no aplicativo.

Após compartilhar a mensagem, ainda é preciso informar seus dados pessoais em um serviço de SMS pago , que pode causar prejuízos financeiros. Assim, além de aumentar o alcance de sua campanha com os compartilhamentos, os usuário conseguem obter dinheiro com os aplicativo e ter acesso às informações dos usuários para novas tentativas no futuro.

“O uso da imagem do jogador Neymar, que possui milhões de fãs em todo o Brasil, bem como a iniciativa de solicitar o compartilhamenot do link do falso serviço pelo app de mensagens instantâneas, visa aumentar a velocidade de disseminação do golpe e, consequentemente, atrair um grande número de vítimas”, explica Emilio Simoni, gerente de segurança da PSafe. O especialista pede atenção ao receber mensagens suspeitas pelo aplicativo.

Como se proteger

Assim como em diversos golpes dentro do aplicativo de mensagens, o risco não existe somente ao receber a mensagem. O problema ocorre realmente quando as informações pessoais, como o número do telefone, por exemplo, forem inseridas na página enviada pelos cibercriminosos. Ao mesmo tempo, mais pessoas ficam expostas ao golpe se você compartilhar o link.

Se este é o seu caso, entre em contato com quem recebeu a mensagem e informe que se trata de um golpe. A ideia é evitar que a mensagem continue sendo compartilhada dentro do WhatsApp. Caso você tenha preenchido algum formulário, entre em contato com sua operadora de telefonia para verificar se você está cadastrado em algum pacote de mensagens pago. Por fim, verifique se algum aplicativo desconhecido foi instalado em seu aparelho e desinstale-o.