Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Apontado como envolvido em morte de capitão da PMPI volta a ser preso em Timon

Márcio Douglas, preso em Timon, é apontado como um dos envolvidos na morte do capitão Carlos Pinto.

Márcio Douglas, preso em Timon, é apontado como um dos envolvidos na morte do capitão Carlos Pinto.

A Polícia Civil do Maranhão, por meio do 1º Distrito Policial de Timon e investigadores da Delegacia de Homicídios daquela cidade, capturaram Márcio Douglas Lima Vasconcelos, de 19 anos, apontado como um dos envolvidos no latrocínio que vitimou o capitão da Polícia Militar do Piauí Antônio Carlos Pinto de Farias, no dia 26 de julho deste ano. A prisão de Márcio Douglas aconteceu por volta das 5h30, desta quarta-feira (20), no bairro Miguel Arraes, na cidade de Timon.

Segundo informações da Polícia Civil, Márcio Douglas fugiu da Penitenciária Agrícola de Teresina no dia 10 de agosto deste ano, onde estava preso por crime de roubo. Na mesma operação, foi preso Paulo Gutemberg Ramos da Silva Júnior, pelo crime de favorecimento pessoal, pois o fugitivo estava escondido em sua residência, no bairro Miguel Arraes, desde que escapou da penitenciária.

MORTE DO CAPITÃO

O capitão da Polícia Militar do Piauí Antônio Carlos Pinto de Farias foi assassinado a tiros no interior do Restaurante Pindá, localizado na Avenida Presidente Médici, na cidade de Timon. O crime ocorreu por volta das 13h do dia 26 de julho, deste ano, enquanto o policial almoçava. Segundo testemunhas, ele frequentava o lugar diariamente e estava à paisana.

Conforme informações da Polícia Militar, à época, dois criminosos tentaram assaltar o restaurante e o policial teria reagido contra eles. O capitão ainda conseguiu balear um dos suspeitos, que foi socorrido pelo Samu e levado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT). O outro conseguiu fugir.

 

(Blog do Wellington Rabello)