Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Construção do Parque Estadual Sítio do Rangedor começa nesta semana

O espaço contará com três praças grandes e quatro intermediárias, dois estacionamentos, pista de caminhada, ciclovia, trilhas naturais, playgrounds, academias ao ar livre, dentre outros.

Foto: Reprodução

O Parque Estadual Sítio do Rangedor começa a ser construído nesta segunda-feira (2), em São Luís. A área será organizada pelo Governo do Maranhão, com o recurso de R$ 19 milhões da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema).

O espaço contará com três praças grandes e quatro intermediárias, dois estacionamentos, pista de caminhada, ciclovia, trilhas naturais, playgrounds, academias ao ar livre, campo de beach soccer oficial, quadras poliesportivas, espaços de convivência e uma lagoa.

“Assinamos a ordem de serviço e a empresa está se regimentando para montar a equipe de trabalho. O projeto está sendo realizado nas áreas da unidade que já foram degradadas. O espaço, além de ser aproveitado, será recuperado”, diz o secretário da Sema, Marcelo Coelho.

“O nosso objetivo é diminuir a depredação da área. É uma forma de sensibilizar a população para cuidar desse bem e respeitar. Vamos fazer toda recuperação da área central”, acrescenta.

A área contará com três portões de acesso, sendo dois destes destinados para manutenção, e uma entrada principal que ficará aberta ao público, localizada na Avenida Eduardo Magalhães.

“Haverá uma via de caminhada e de ciclismo que ficará ao redor do parque. A obra seguirá o molde do Itapiracó e da Praça da Lagoa, com diversas trilhas na mata”, ressalta Coelho.

O espaço foi uma Estação Ecológica, mas devido à quantidade de áreas que sofriam ataques com queimadas criminosas, despejo de lixo e prática ilegal de caça, o Governo do Maranhão, por meio da Lei Estadual Nº10. 455/2016, aprovada na Assembleia Legislativa, estabeleceu uma nova categoria para o local: a de Parque Ambiental, que agora pode receber as intervenções nas áreas já degradadas.

“Vamos transformar uma área de lazer com grande potencial. Será um espaço para fazer eventos culturais, esportivos e que trará muitos turistas”, diz o secretário.

Com 126 hectares de área, o Parque Estadual do Sítio Rangedor é uma unidade de proteção integral de reposição de aquíferos. Sua existência, no meio da cidade, garante o abastecimento de importantes lençóis freáticos, localizados no subsolo.