Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Marlon lamenta resultado, mas frisa que equipe pode reverter o placar

A delegação boliviana retorna nesta terça pela manhã a São Luís e segue direto para o CT José Carlos Macieira.

Marlon acredita na classificação e convoca a torcida.

“Não tem nada perdido”, decretou o meia Marlon após o primeiro jogo da semifinal diante do Fortaleza. Agora, o Sampaio Corrêa recebe a equipe cearense, no próximo sábado, para decidir a classificação à finalíssima diante da sua torcida.

“Estamos cientes de que não rendemos o esperado, mas futebol é assim; tem dias que nada dá certo. Mas é um resultado plenamente reversível e vamos batalhar para reverter”, frisou o meia boliviano.

Para dar o troco no Fortaleza, Marlon espera contar com o apoio maciço da torcida Tricolor, e convoca: “O nosso torcedor terá um papel fundamental para revertermos esse placar. Esperamos que o Castelão esteja novamente lotado. Vamos unir forças para buscar essa classificação”, pontuou.

A delegação boliviana retorna nesta terça pela manhã a São Luís e segue direto para o CT José Carlos Macieira. À tarde, haverá um treino regenerativo para os jogadores que foram titulares e trabalho com bola para o restante do grupo.