Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Sampaio Corrêa joga partida emocionante, mas Fortaleza leva a melhor

Gol duvidoso sofrido ainda no primeiro tempo dificultou reação da Bolívia e time não terá a chance de disputar o titulo da Série C

Foto: Reprodução

O Sampaio Correa se despediu na tarde deste sábado da Série C após o empate por 2 a 2 com o Fortaleza – partida de volta do mata-mata semifinal. Como havia perdido o confronto de ida por 1 a 0, no sábado passado, a Bolívia não confirmou presença na final.

Os primeiros 25 minutos de partida foram de muita marcação e pouca criação, tanto que nenhuma oportunidade de gol foi criada para qualquer lado. Na primeira chance real o Fortaleza abriu o placar. Bola levantada na área, o goleiro Alex Alves saiu mal e, na sobra, Bruno Melo marcou, aos 26 minutos. Jogadores do Sampaio Corrêa e a torcida reclamaram de falta em Alex Alves.

Em toda primeira etapa o Sampaio chegou com perigo apenas uma vez, mas o goleiro Marcelo Boeck, aos 38 minutos, fez ótima defesa em chute de fora da área de Uilliam.

No segundo tempo o técnico Francisco Diá voltou com com Isac no ataque, ocupando a vaga de Hiltinho. O objetivo era colocar o Sampaio no ataque em busca da virada.

A mudança deu mais volume de jogo ao Sampaio e o Sampaio buscou o empate aos 25 minutos. Cruzamento na área, a bola bateu no cotovelo de Ligger e o árbitro Heber Roberto Lopes marcou pênalti inexistente. Na cobrança, Marlon bateu bem e deixou tudo igual.

Animado, o Sampaio seguiu em busca de mais gols e aos 39 minutos virou o jogo, gol de cabeça anotado pelo zagueiro Maracaz, de cabeça. Nos momentos finais de partida, o Sampaio insistiu em busca do tento que lhe daria a classificação e ofereceu vários contra-ataques ao Fortaleza.

Foi quando Jô sofreu pênalti e Bruno Melo deixou tudo igual, garantido a igualdade e a presença do Fortaleza na final da Série C e a despedida do time maranhense.

Ano que vem o Sampaio Corrêa jogará a Série B.

Veja os melhores momentos: