Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Maior centro de distribuição do Maranhão começa a operar no Parque Empresarial de São Luís

Durante as obras estão sendo gerados 460 empregos diretos e 200 indiretos. Ao todo, serão gerados mais de 2.000 novos empregos diretos para compor o quadro geral do empreendimento

Foto: Reprodução

A primeira etapa das obras do Centro de Distribuição (CD) do grupo Mateus, no Parque Empresarial de São Luís já foi concluída.

O local, que é o maior CD da empresa, já começou a receber mercadorias que serão destinadas às lojas do grupo. Nesta terça-feira (11), o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo e a equipe técnica da empresa, visitaram os avanços das obras.

Durante as obras estão sendo gerados 460 empregos diretos e 200 indiretos. Ao todo, serão gerados mais de 2.000 novos empregos diretos para compor o quadro geral do empreendimento, que conta com investimento de aproximadamente R$200 milhões e área construída de 115 mil m².

Está é a primeira empresa que está se instalando no local. 33 empresas mostraram interesse, destas, três estão aprovadas e nove em fase de escrituração do terreno. O governo estadual está investindo R$ 8 milhões na estruturação da área de 220 hectares onde funcionará o parque. O projeto abrigará empreendimentos de diversos segmentos da cadeia produtiva industrial.

“Os avanços das obras do CD do Mateus são uma resposta ao trabalho desenvolvimento no estado, para que empresas se instalem ou ampliem seus negócios, impactando na geração de emprego, renda e desenvolvimento”, ressaltou Simplício Araújo.

O projeto será dividido em quatro etapas para construção do CD e do complexo de Indústrias de Perecíveis. São 55 hectares e 400 mil metros de área construída. Ilson Mateus, proprietário do grupo, destacou que o Governo do Estado teve um papel preponderante na implantação do empreendimento.

“Se tem união entre o empreendedor e o Estado, as coisas funcionam, gera empregos e isso que move inclusive a economia do mundo. Tem que ter um casamento para dar certo”, disse.

Aquisição de lotes

A venda de lotes industriais é feita por meio do preenchimento de carta consulta, cujo critério de seleção será as que melhor atenderem aos objetivos de desenvolvimento do Maranhão.

O empresário interessado em investir no estado pode receber orientação técnica da Seinc, de acordo com sua demanda ou tipo de negócio. Empresas que desejam implantar, expandir, readequar, modernizar ou reativar seu negócio podem ser orientados sobre a disponibilidade de áreas nos distritos industrias e incentivos fiscais oferecidos pelo estado. Informações no site da Seinc: www.seinc.ma.gov.br.