Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Homem que matou mãe e filha em Codó é encontrado morto na prisão

Tudo leva a crer que ele tenha cometido suicídio, mas o caso está sendo apurado pela Polícia Civil.

Foto: Reprodução

Na tarde deste domingo (15), Erinaldo Pereira Gomes foi encontrado morto por policiais dentro da cela em que ocupava. Ele havia sido preso na última segunda-feira (9) após assassinar a golpes de marreta mãe e filha na cidade de Codó.

Erinaldo usava documentos falsos e foi condenado a 27 anos de prisão por homicídio qualificado e ocultação de cadáver, por estuprar e matar uma criança de 11 anos de idade. Ele chegou a passar 7 anos na prisão em regime fechado e quando ganhou o direito ao semiaberto não retornou mais a penitenciaria de Altamira, sendo foragido da Justiça.

O assassino estaria sofrendo ameaças na prisão e teria pedido ontem (15) para ficar em uma cela isolado. Desde então foi encontrado sem vida, morto por enforcamento. Tudo leva a crer que ele tenha cometido suicídio, mas o caso está sendo apurado pela Polícia Civil.