Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Solange Almeida mostra em São Luís porque é a rainha do forró

Primeiro show da cantora em São Luís após sua saída do Aviões surpreendeu o público.

Solange Almeida. (Foto: Alana Andrade)

Foi com o sucesso “Revoltada” que a rainha do forró, Solange Almeida iniciou seu show na Expoema 2017 em São Luís na noite da última quinta-feira (19). O hit gravado em parceria com a cantora Ivete Sangalo, vem sendo muito bem aceito pelo público desde o seu lançamento, esse podemos dizer que foi o carro-chefe, após sua saída do Aviões do Forró em fevereiro desse ano.

“Revoltada”, “Me faça o favor”, “Luxo” e muitos outros hits que estão no seu primeiro DVD, chamado “Sentimento de Mulher”, mesmo com músicas novas, o coro musical dos fãs foi incrível, cada letra, uma emoção e uma admiração por uma das maiores cantoras de forró do Brasil.

Além das músicas que fazem parte do DVD, Solange apresentou também a atual música de trabalho, “Se é pra gente ficar”, que conta mais de 6.233.413 execuções no Spotify e quase 30 milhões de visualizações no clipe disponível no Youtube. A música conta com uma parceria especial, o cantor Wesley Safadão.

Entre um hit e outro, quem conhece bem a danada da Sol, sabe que ela não brinca em serviço. Conversou com as fãs que assistiam ao show no outro lado da Expoema em cima de um muro, mandou segurança trazer de volta fã que tinha pulado para o palco e ainda disse que em Barreirinhas (MA), local da sua lua de mel, aprontou demais pelas águas cristalinas com o empresário Leandro Andriani.

Mas é claro que teve as pérolas, tipo essa “Não divido homem com ninguém, talvez os outros sim, mas esse aqui não. Já tive uma relação que o bofe queria ficar comigo e com outro e eu disse epa!, vamos devagar, porque o santo é de barro”, e claro que a gargalhada foi solta.

Ainda teve uma boate bem estilo Solange Almeida com músicas do cantor Alok, por exemplo “Hear me now” que acrescentou no repertório, agora se pensou que ela não cantaria sucessos da época que fazia parte do Aviões, pois saiba que ela não só cantou, como também se emocionou ao recordar quando precisou chegar na Expoema com Xand em uma moto, pois não tinha como chegar de carro por conta do engarrafamento e nessa época o sucesso daquele momento era “Blá, blá, blá”, ela começou a cantar, mas quem terminou a música mesmo foram os fãs cantando assim “Que por mim você morre de amor, se você teve a chance, então pra quê desperdiçou”.

Carregando