Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Frigorífico maranhense recebe certificação do Governo

A iniciativa é reflexo dos trabalhos desenvolvidos na cadeia da carne, coordenados pelas Secretarias de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).

Foto: Reprodução

As ações de apoio e fomento a cadeia da carne estão mudando a realidade do setor no Maranhão. Em Tutoia e região, a população passará a contar com carne inspecionada e de qualidade, após o Frigorifico Lopes ter recebido o Registro do Serviço de Inspeção Estadual (S.I.E).

A iniciativa é reflexo dos trabalhos desenvolvidos na cadeia da carne, coordenados pelas Secretarias de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) e Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima). Já o serviço de inspeção e emissão do registro é da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged).

Desde o início da gestão, o Governo tem trabalho em medidas para alavancar o segmento, visando fornecer carne inspecionada e de qualidade, além de contribuir para a expansão dos negócios, geração de emprego e renda. “Estamos realizando um trabalho em cima de uma cadeia antes esquecida e que tem um importante papel na vida dos maranhenses. Hoje, com esse registro ganha a cadeia e toda a população que passa a contar com um produto inspecionado”, ressaltou o secretário da Seinc, Simplício Araújo.

O matadouro, que terá capacidade total de abate 96 cabeças de gado/dia. Atualmente, o local tem gerado 30 empregos diretos e 200 indiretos. Com investimentos na ordem de R$ 5 milhões, o empreendimento deve atender, inicialmente, a região dos Lençóis Maranhenses.

O proprietário, Beto Lopes, já está ampliando o negócio, com a implantação de lojas de carne na região e pretender expandir o mercado, atendendo todo o Maranhão. “Só da gente ter o selo, garante que vamos ter uma carne de qualidade.

O empreendimento tem respaldo, a gente pode desenvolver as outras áreas, como lojas de carne, salas resfriadas para desossa, gerando mais renda e empregos”, disse o empresário. O empreendimento foi avaliado de acordo com as normas do Ministério da Agricultura e foi construído dentro de padrões técnicos, como explica o presidente da Aged, Sebastião Anchieta. “Um empreendimento arrojado, onde o empresário em uma crise financeira construiu um abatedouro dentro dos padrões técnicos, e que com isso vai melhorar muito o fornecimento de carne na região, oferecendo na região carne inspecionada e atraindo empregos e grandes investimentos para o município”.

O Secretário da Sagrima, Márcio Honaiser, reforça que a certificação é um grande passo para a cadeia produtiva. “ Estamos aqui junto com a Aged, Seinc, entregando mais um certificado de inspeção sanitária estadual, ou seja, é mais um abatedouro frigorifico que vai poder comercializar suas carnes dentro de todo o Maranhão, levando segurança e qualidade no produto”, Márcio Honaiser.