Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Condições de acessibilidade no Teatro da Cidade de São Luís são alvo de vistoria da DPE/MA

A ação teve como objetivo a verificação das condições de acessibilidade no espaço.

Teatro da cidade de São Luís. (Foto: Reprodução)

A Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA), por meio do Núcleo de Defesa do Idoso, da Pessoa com Deficiência e da Saúde e do Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Ciapd), realizou uma vistoria no Teatro da Cidade de São Luís – antigo Cine Roxy. A ação teve como objetivo a verificação das condições de acessibilidade no espaço.

A vistoria é resultado de uma demanda coletiva do Movimento de Pessoas com Deficiência do Maranhão, que enviou à Defensoria um levantamento das demandas de acessibilidade em espaços de cultura, turismo e lazer de São Luís. O documento, de autoria da pedagoga Alessandra Pajama, membro do Fórum Maranhense das Entidades de Pessoas com Deficiência e Patologia e também do Coletivo de Mulheres com Deficiência, apresenta um breve diagnóstico sobre alguns equipamentos culturais, além de um plano de ações para garantir acessibilidade a todos os públicos.

A partir do documento, foram tomadas providências como a solicitação de audiência com a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Sectur) e a vistoria no teatro. Acompanhados dos responsáveis pelo estabelecimento e representantes do Movimento de Pessoas com Deficiência do Maranhão, o defensor público titular do Núcleo de Defesa da Pessoa com Deficiência, Saúde e do Idoso, Benito Pereira da Silva Filho, e a coordenadora do Ciapd, Lívia Cristina Carvalho, inspecionaram todos os espaços do teatro, desde os acessos ao prédio, à plateia e os camarins.

Segundo o defensor Benito Pereira Filho, o Teatro da Cidade apresenta uma situação crítica em relação às condições de acessibilidade. Apesar da grande relevância para a população, o teatro não é acessível a todos os públicos atualmente, como foi observado na inspeção.

“Desde a entrada, já encontramos barreiras para as pessoas com deficiência ou de mobilidade reduzida. Não existe a demarcação da vaga de estacionamento e a única rampa está deteriorada. São diversos pontos que nos mostram que vários grupos estão sendo desrespeitados, desde a pessoa com deficiência física ou visual ao idoso”, disse o defensor.

Ainda de acordo com ele, será produzido um relatório da vistoria e posteriormente será solicitada uma nova audiência com a Sectur, a Prefeitura de São Luís e outros órgãos como, por exemplo, a Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) no Maranhão. Caso não haja avanços, poderá ser ajuizada uma Ação Civil Pública.

Mais – O antigo Cine Roxy foi adquirido e reformado pela Prefeitura Municipal de São Luís no ano de 2012 sendo transformado no Teatro da Cidade de São Luís. O teatro passou a integrar os equipamentos culturais públicos para atender a demanda da produção cultural da capital.

 

(DPE/MA)

Carregando