Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

PGR denuncia Geddel Vieira Lima por dois crimes em caso de malas com R$ 51 milhões

A PGR também acusou formalmente o irmão de Geddel, o deputado federal Lúcio Vieira Lima e mais quatro pessoas

Foto: Reprodução

Por conta do caso dos R$ 51 milhões encontrados em diversas malas em um apartamento em Salvador, a PGR (Procuradoria-Geral da República) denunciou nesta segunda-feira (4) o ex-ministro Geddel Vieira Lima ao STF (Supremo Tribunal Federal) por lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A PGR também acusou formalmente o irmão de Geddel, o deputado federal Lúcio Vieira Lima e mais quatro pessoas: a mãe dos dois, Marluce Vieira Lima; o ex-assessor Job Ribeiro que trabalhava com Lúcio; o ex-diretor da Defesa Civil de Salvador Gustavo Ferraz; e o sócio da empresa Cosbat Luiz Fernando Costa Filho.

Segundo a procuradoria, existem quatro possíveis fontes para os R$ 51 milhões encontrados: propinas da Odebrecht, repasses de Lúcio Funaro, desvios de políticos do PMDB ou ainda transferência de parte de salário de assessores.