Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Brasil fica fora da disputa do Oscar por melhor filme estrangeiro

País participava com o longa ‘Bingo: O Rei das Manhãs’, de Daniel Rezende.

Foto: Reprodução

O filme brasileiro, Bingo: O Rei das Manhãs, de Daniel Rezende, não foi indicado a melhor filme estrangeiro do Oscar 2018. A Academia divulgou na quinta-feira, 14, os nove filmes que continuam na disputa e vão para a próxima fase.

O único representante da América Latina é o chileno Uma mulher fantástica, dirigido por Sebastián Lelio, que já estreou no Brasil. Um dos destaques é o sueco The Square, que recebeu a Palma de Ouro em Cannes em 2017.

Bingo havia sido escolhido em setembro entre 23 inscritos, incluindo documentários e ficções.

Confira a lista com os países e os filmes

Chile, “Uma mulher fantástica,” dirigido por Sebastián Lelio;

Alemanha, “In the Fade,” dirigido por Fatih Akin;

Hungria, “On Body and Soul,” dirigido por Ildikó Enyedi;

Israel, “Foxtrot,” dirigido por Samuel Maoz;

Líbano, “The Insult,” dirigido por Ziad Doueiri;

Rússia, “Loveless,” dirigido por Andrey Zvyagintsev;

Senegal, “Félicité,” dirigido por Alain Gomis;

África do Sul, “The Wound,” dirigido por John Trengove;

Suécia, “The Square,” dirigido por Ruben Östlund.