Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Bairros de Paço do Lumiar sofrem com problemas na coleta de lixo e de infraestrutura

No Residencial Amaral de Matos, também em Paço do Lumiar, a reclamação diz respeito à falta de pavimentação

Ruas e avenidas do Maiobão estão tomadas por lixo, causando transtornos aos moradores. Foto: Francisco Silva

A comunidade do Maiobão, o maior conjunto habitacional de Paço do Lumiar, região metropolitana de São Luís, está há 15 dias sem coleta de lixo domiciliar. Percorrendo as ruas do lugar, é  possível observar vários pontos com resíduos acumulados, formando pequenos lixões em todo o bairro, em calçadas de escolas, canteiros centrais das avenidas e nas portas das residências.

O município também sofre com problemas de infraestrutura, a exemplo do Residencial Amaral de Matos, no qual as ruas estão tomadas por buracos. Em frente à UEB Poeta Gonçalves dias (Caic),
localizado na Avenida 13, muito lixo acumulado aguarda por coleta há vários dias. Além de descartes da escola, moradores próximos também estão colocando resíduos no local, já que os das ruas
transversais não estão sendo recolhido regularmente.

Na calçada do CEM Robson Martins, outra grande escola do Maiobão, que fica ao lado da Igreja de São Francisco de Assis, na Avenida 1, a cena é de um lixão, no qual é possível encontrar, além de lixo domiciliar, resto de material de construção, vegetação e até animais mortos. Na Rua 91, alguns moradores estão pagando carroceiros para levar o lixo acumulado, outros, incineram nos quintais ou jogam em pontos que estão se formando, como explicou a dona de casa Cláudia Ferreira dos Santos.

“Estamos há duas semanas sem coleta, e o lixo começa a exalar mau cheiro em nossas portas; e quem não paga carroceiro pra recolher, acaba jogando em locais impróprios. A Prefeitura precisa tomar uma medida urgente, nossas portas estão fétidas”, reclamou, ressaltando que não há esclarecimento por parte da prefeitura sobre a paralisação da coleta do lixo.

PERIGO

Em alguns locais bastante movimentados, como o Viva Maiobão, a Prefeitura de Paço do Lumiar disponibilizou pneus como lixeiras, mas elas já estão transbordando de tanto lixo, e algumas servindo de ambiente para proliferação do mosquito Aedes aegypi, com água parada e já com larvas do transmissor da dengue, zika e chikungunya.

INFRAESTRUTURA 

No Residencial Amaral de Matos, que fica às margens da MA-201 (Estrada de Ribamar), o problema que aflige os moradores é a falta de infraestrutura nas ruas. As pessoas denunciaram à equipe do Jornal Pequeno que o local nunca passou por uma intervenção da Prefeitura de Paço do Lumiar, apesar das inúmeras solicitações por melhorias.

Na Rua das Figueiras, o pouco asfalto, ainda da época de entrega do residencial, está se soltando, e os moradores temem que, com a chegada do período chuvoso, não consigam nem sair de suas casas. Nessa via, há alguns anos, moradores tiveram suas casas inundadas por uma forte chuva, quando a água chegou a 1,20m de altura, contabilizando perdas totais de veículos e móveis.

“Todo o serviço que seria de competência do poder público, como a coleta de lixo e asfaltamento, por exemplo, é feito por meio de contribuição mensal dos moradores, uma espécie de condomínio, para que possamos viver um pouco mais tranquilos”, contou Carlos Alberto, de 63 anos, morador do Residencial Amaral de Matos há mais de 10 anos, e que disse esperar por um olhar mais  sensível da Prefeitura de Paço do Lumiar para o conjunto.

OUTRO LADO

Sobre os problemas registrados pela equipe do JP no Conjunto do Maiobão e no Residencial Amaral de Matos, a Prefeitura de Paço do Lumiar informou, por meio de nota, que a coleta de lixo no município foi reduzida em 50% durante duas semanas por problemas da empresa terceirizada com seus funcionários, o que veio a comprometer o recolhimento e provocou acúmulo de lixo em
diversos pontos do município, principalmente nas áreas onde o caminhão passa em dias alternados.

E, ainda segundo a nota, desde a última sexta-feira a coleta domiciliar foi retomada e todo o lixo acumulado está sendo recolhido. Foi informado também que as ruas do Residencial Amaral de Matos já estão incluídas no programa de recuperação viária de Paço do Lumiar. E que, no momento, a Prefeitura está buscando viabilizar recursos para a drenagem e asfaltamento de diversas vias, entre elas a do referido conjunto.

Carregando