Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Zequinha Sarney nega ter viajado pela FAB com a família para Noronha

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV-MA), negou, nesta segunda (15).

Zequinha Sarney diz que foi a Fernando de Noronha a trabalho. (Foto: Reprodução)

Por Oswaldo Viviani

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho (PV-MA), negou, nesta segunda (15), ter viajado ao arquipélago Fernando de Noronha (Pernambuco), com a família, num avião da FAB (Força Aérea Brasileira).

Zequinha, como é mais conhecido no Maranhão, afirmou taxativamente que a informação, divulgada no domingo (14) pelo site Metrópoles e replicada por outros portais e blogs, “não procede”.

Relata a nota do ministro, encaminhada ao Jornal Pequeno por meio do Ministério do Meio Ambiente (MMA):

“Em nenhum momento, o ministro Sarney Filho levou qualquer membro de sua família em aeronave da FAB para Fernando de Noronha. O ministro viajou acompanhado apenas do presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICM-Bio), Ricardo Soavinski.

Em Fernando de Noronha, participou de reuniões com a equipe técnica do Parque e com a diretoria do Conselho Distrital. O ministro visitou ainda as instalações do Parque Nacional Marinho, o Projeto Tamar e o Projeto Golfinho Rotador.O ministro Sarney Filho voltou para Brasília em avião de carreira.A família do ministro viajou ida e volta de avião de carreira, pago com recursos próprios”.

Reportagem de Liana Costa, do portal Metrópoles, intitulada “Sarney Filho usa avião da FAB e passa 5 dias em Noronha com a família”, afirma que o ministro “viajou em 22 de novembro, em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para uma reunião, no dia seguinte, quinta-feira (23), com representantes do Parque Nacional Marinho. Contudo, em companhia da mulher, Camila Rebouças, e do filho mais novo [João, de 11 anos], ele permaneceu na ilha até o domingo, dia 26”.

Segundo a reportagem, “na agenda de Sarney Filho havia apenas a reunião do dia 23, mas estranhamente, depois de questionado pelo Metrópoles, o ministério incluiu, em seu site, compromissos oficiais nos dias 24 e 25”.