Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Operação Lei Seca combate embriaguez no trânsito e outros crimes

Na operação do último fim de semana, os policiais fizeram 710 abordagens e um total de 662 testes do etilômetro.

Operação Lei Seca realizada no último fim de semana em São Luís. (Foto: Divulgação)

A Operação Lei Seca, realizada de sexta-feira (19) a domingo (21) pelo Batalhão da Polícia Rodoviária Militar (BPRv), com apoio do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA), tirou do volante 78 pessoas por alcoolemia, 69 carteiras de motorista foram recolhidas e um condutor foi preso por dirigir com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsificada.

O comandante do BPRv, Tenente-coronel Augusto Magalhães, disse que a Operação Lei Seca está, também, recuperando veículos roubados, tirado de circulação documentos falsos, além de combater crimes de trânsito, como a embriaguez ao volante. “A nossa satisfação é saber que estamos combatendo a criminalidade e, principalmente, salvando vidas por meio de um trânsito mais seguro”.

O trabalho de combate aos crimes relacionados à falsificação de documentos é um dos focos da ação e está sendo intensificado depois de investimentos do Governo do Estado em capacitação.

Há dois anos, o Detran-MA, por meio de convênio com a Polícia Militar do Maranhão (PMMA), oferece o Curso de Identificação Veicular e Documental, que visa o combate às fraudes envolvendo veículos, como os crimes de roubo e clonagem.

Lei Seca

Na operação do último fim de semana, os policiais fizeram 710 abordagens e um total de 662 testes do etilômetro. Ao todo, 20 pessoas foram flagradas por meio do equipamento e 58 se recusaram a fazer o teste, totalizando os 78 casos de alcoolemia. Dois condutores foram flagrados com resultado acima de 0,33 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar). Eles foram conduzidos à delegacia e vão responder à infração determinada na Lei Seca.

Durante as Operações, educadores do Detran-MA realizaram abordagens para tirar dúvidas da população. Eles repassaram informações referentes e a legislação e alertaram para os riscos de beber e dirigir. A infração à Lei Seca é caracterizada como gravíssima, com multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por um ano.

A coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-MA, Rositânia Farias, ressalta que a presença dos educadores nas barreiras policiais fortalece o trabalho de conscientização sobre a Lei Seca. “Nós explicamos a importância da Operação, da necessidade de se fazer cumprir a Lei e punir os infratores. A Lei Seca já salvou milhares de pessoas no Maranhão, e em todo o país”, destaca a Coordenadora.