Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governo do Maranhão distribuirá 2 milhões de preservativos no período carnavalesco

As ações de sensibilização e distribuição das camisinhas e gel lubrificante começam no sábado (3).

(Foto: Márcio Sampaio)

A Campanha Com Saúde Todo Dia Tem Festa, da Secretaria de Estado da Saúde (SES) vai distribuir dois milhões de preservativos durante o período carnavalesco em todo o Maranhão. Também serão entregues gel lubrificante e material educativo.

As ações de sensibilização e distribuição das camisinhas e gel lubrificante começam no sábado (3), em São Luís e demais municípios, com operações a serem executadas nos blocos de rua. A atividade reforça a orientação para o uso do preservativo, em todas as relações sexuais, o ano inteiro.

A chefe do Departamento de DST/Aids da SES, Jocélia Frazão, afirmou que o reforço da prevenção no carnaval tem o propósito de conscientizar as pessoas para o uso do preservativo masculino e feminino. “É uma forma de fazer uma ação direta, ressaltando os riscos das infecções sexualmente transmissíveis, assim como o HIV que não tem cura”.

Jocélia Frazão ressalta que esse trabalho é, sobretudo, de prevenção. “A população pode e deve fazer o uso do preservativo, disponível gratuitamente das unidades básicas de saúde e nos pontos da folia, em São Luís, que estamos trabalhando”.

A Campanha encerra no dia 18 de fevereiro, após o tradicional Lava Pratos, festa de despedida do carnaval realizada em São José de Ribamar.

Acontece em parceria está sendo articulada com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para realizar ações informativas nas rodovias de São Luís e Imperatriz.

“O nosso objetivo é realizar abordagens junto à comunidade e, principalmente, junto à juventude que está mais vulnerável ao vírus, fortalecendo as parcerias para fazer ações preventivas. Vamos trabalhar nos pontos de aglomeração como os locais de acesso como ferryboat e rodoviária para fortalecer a prevenção”, explicou Jocélia Frazão.

Além do período do carnaval, o Governo do Maranhão disponibiliza, em média, quatro milhões de preservativos por mês para as 19 regionais de saúde do estado.

Notificações

De 2014 a 2017, a SES registrou 4.915 casos de Aids no Maranhão. As cidades de São Luís, Imperatriz e São José de Ribamar concentram o maior índice de novos casos.

Segundo levantamento do Departamento de Atenção às DST/AIDS e Hepatites Virais da SES, são os homens, com idade entre 25 e 39 anos, os mais acometidos pelo vírus HIV.

 

(SES)

Carregando