Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Governo reforça segurança de São Luís no Carnaval

O comandante-geral da PM garantiu que a festa será segura.

Foto: Reprodução

Durante o período do carnaval, que acontecerá entre os dias 9 e 13 deste mês de fevereiro, 1.800 homens da Polícia Militar farão a segurança na segurança na Região Metropolitana (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa). Segundo o comando da PM, homens que reforçarão este efetivo abrirão mão das folgas que, em contrapartida, deverão ser ressarcidas pela corporação.

Em entrevista à imprensa realizada na tarde da última segunda-feira (5) , na sede da PM, o coronel José Pereira disse que a  principal preocupação será com os pontos de maior aglomeração, em especial, os circuitos da Região Central da cidade (Madre Deus e adjacências). Outro local que, de acordo com o comandante, receberá atenção especial serão os circuitos da Praia Grande e da Beira-Mar.

Sobre a ação da polícia, o comandante fez questão de reforçar que a população poderá brincar o Carnaval com tranquilidade. “Quero dizer à população que poderá brincar o Carnaval com toda a segurança e tranquilidade. Todas as garantias de uma festa sem ocorrências serão da das e, mais uma vez, deveremos fazer um grande trabalho”, assegurou.

O comandante responsável pela segurança da área do Centro, coronel Pedro Ribeiro, informou que barreiras serão montadas em pontos estratégicos. De acordo com o comandante, a preocupação maior é nos horários de encerramento da festa nos circuitos. “São horários em que as pessoas estão querendo se deslocar para suas casas ou outros pontos da cidade e estão, muitas vezes, sob efeito da bebida, o que exige uma atenção e rigor ainda maiores por parte do policiamento”, afirmou.

Coronel Pereira também citou a fiscalização que acontecerá em ruas e avenidas da capital maranhense quanto ao cumprimento ou não da Lei Seca. Segundo a polícia, blitzen serão montadas durante todos os dias da festa na capital maranhense e nos demais municípios. Ainda segundo  o comando, em caso de descumprimento, o motorista terá a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa e o veículo será apreendido. O condutor também terá que arcar com multa.

 

 

Carregando