Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Construção civil inicia ano em queda no Maranhão

Pesquisa foi divulgada pela FIEMA nesta terça-feira, 27 de fevereiro.

(Foto: Reprodução)

A Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) divulgou nesta terça-feira, 27, a primeira Sondagem Indústria da Construção do Maranhão do ano de 2018. De acordo com a pesquisa, com uma queda de 2,6 pontos em relação a dezembro de 2017, o nível de atividade da construção civil fechou o mês de janeiro com 36,7 pontos. Ainda que insatisfatória, a marca é superior ao índice de janeiro de 2017, indicando melhores perspectivas para o ano que se inicia. O indicador da pesquisa varia de 0 a 100. Abaixo de 50 indica queda na atividade, 50 estabilidade e acima de 50 aumento.

Embora o otimismo esteja em alta, o setor não consegue se materializar em uma plena recuperação, já que o nível de atividade se mostra em oscilação desde março do ano passado. Essa instabilidade pode ser resultado das dificuldades apontadas pelo setor no quarto trimestre de 2017, como insuficiência de demanda, elevada carga tributária e taxas de juros elevadas, de acordo com pesquisas apuradas pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e FIEMA.

CONTRATAÇÕES E EXPECTATIVAS – Em relação ao número de empregados, o mês de janeiro apresentou uma tímida elevação em relação a dezembro do ano passado, 1,8 ponto, mas ainda permanece em 37,5 pontos, ou seja, abaixo do satisfatório. O leve aumento é possível consequência do índice de expectativas para novos empreendimentos, que está em alta. Contudo, a elevação é sustentada com maior colaboração das empresas de pequeno porte, que marcaram 66,7 pontos, enquanto as de grande e médio porte ficaram com o índice de expectativa menor, 50 pontos.

Em nível de Brasil, a pesquisa revela que o índice de atividade apresenta estabilidade e mantém-se na faixa dos 40 pontos, tendência que se sustenta desde janeiro do ano passado, iniciando o ano de 2018 a apenas 4,4 pontos abaixo do nível considerado satisfatório. O nível de atividade da construção civil nacional fechou o mês de janeiro em 45,6 pontos.

A Sondagem da Construção Civil do Maranhão é elaborada mensalmente pela FIEMA em parceria com a CNI.

 

(FIEMA)