Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Réu é condenado a mais de 16 anos de prisão por homicídio

Isac Chaves Andrade foi morto com tiros de espingarda calibre 32, dentro da caçamba em que trabalhava.

Foto: Reprodução

Em 7 de março, o Tribunal do Júri da Comarca de Barra do Corda condenou Genalino Arrais Pereira a 16 anos e seis meses de prisão, em regime inicial fechado, pelo assassinato de Isac Chaves Andrade, cometido em 26 de agosto de 2005.

A tese de homicídio qualificado por motivo torpe foi defendida pelo promotor de justiça Raimundo Benedito Barros Pinto. Proferiu a sentença o juiz Antônio Elias de Queiroga Filho.

Isac Chaves Andrade foi morto com tiros de espingarda calibre 32, dentro da caçamba em que trabalhava. Genalino Arrais Pereira contratou Rafael Santana Barros para efetuar os disparos. O mandante também pagou Leonardo Nunes Silva para auxiliar no planejamento do homicídio.

Consta nos autos que a vítima se recusou a transportar carga roubada para Genalino Arrais Pereira. O autor intelectual do homicídio permaneceu foragido desde a época do crime, tendo sido preso somente há pouco mais de um ano. Foi concedido o direito de o condenado apelar em liberdade.

 

(MPMA)

Carregando