Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mesmo internado em hospital, criminoso coordenava o tráfico de drogas em São Luís

Conforme frisou a Senarc, Alberth dos Santos Silva está internado no Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão, no bairro Jardim Eldorado.

“Budot” fornecia orientações aos seus “funcionários” diretamente do hospital. (Foto: Senarc)

Por Nelson Melo

Foi dito pelo delegado Carlos Alessandro, titular da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc), que Alberth dos Santos Silva, conhecido como “Budot”, mesmo internado em um hospital de São Luís, continuava coordenando o tráfico de drogas. Nesta quinta-feira (22), a equipe da Polícia Civil apreendeu 50kg de maconha prensada que pertenciam a esse suspeito.

Conforme frisou Alessandro, Alberth, do Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão (antiga Clínica Eldorado), no bairro Jardim Eldorado, fornecia as orientações para seus “subordinados”, como Juliana Godois de Souza, que armazenava os tabletes. Além dela, o motorista de Uber Eliseu Marcolino Araújo, o “Júnior”, também recebia as coordenadas do declarado membro da facção Bonde dos 40, como ele mesmo confessou aos policiais civis.

O motorista do Uber era o responsável por transportar os “tijolos”, conforme o delegado Carlos. Investigando esse esquema, a Senarc descobriu, dentro de uma quitinete localizada na Rua 7, Conjunto Paranã, no Maiobão, em Paço do Lumiar, e, ainda, em um apartamento situado no Condomínio Campo Verde, no Turu, os 50 kg de maconha prensada e mais 250 invólucros de crack.

No decorrer das incursões, ressaltou Alessandro, as equipes apreenderam, também, um veículo Corsa Classic, de placa NMU-7072, e uma motocicleta Honda XRE, de placa OJQ-3549, que eram utilizados para transportar os tabletes.