Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Equipe Cadasso Racing é campeã no Rally RN 1500

A dupla superou as adversidades dos quatro dias de prova e conquistou o 1º lugar na categoria carros Production T2

Depois de percorrer 838km de pura adrenalina, o piloto Fábio Cadasso e o navegador João Afro fecharam a 20ª edição do Rally RN 1500 com pódio para o Maranhão. A dupla superou as adversidades dos quatro dias de prova e conquistou o 1º lugar na categoria carros Production T2, e o 8º na classificação geral. Na UTV Pro, piloto Ruan Lima e navegador Rafael Shimuk tiveram problemas com o UTV e não conseguiram completar a última etapa. Antes de quebrar, a dupla ocupava o 15º lugar. O Rally RN 1500, que foi válido por duas etapas do Brasileiro de Rally Cross Country, começou no dia (12) e terminou no último domingo (15), com premiação em Natal (RN).

(Fotos: Doni Castilho)

O piloto Fábio Cadasso, que tem 27 anos de trajetória em competições off-road, conta que o roteiro pesado exigiu bastante do piloto, navegação e o carro. Os participantes ainda encontraram terrenos com erosões por conta das fortes chuvas que caíram nos últimos dias na região.

“Chegamos a quebrar em duas etapas. Soltou para-choque, quebrou o amortecedor dianteiro e perdemos tempo. Mas assim como a equipe, esse carro é guerreiro. Já tem duas etapas dos Sertões e mais esse Brasileiro de Rally Cross Country. Mas no geral foi uma rica experiência. Durante a competição, também conseguimos distribuir livros, assim como fizemos na etapa passada do Rally dos Sertões. Feliz por estrear com vitória, em ter as parcerias do João Afro, um dos melhores navegadores do país, do Jr. Gordo, nosso mecânico, além da nossa união com Ruan e Rafael. Essa dupla ainda vai conquistar o pódio para o Maranhão. Pode apostar”, destaca Fábio Cadasso que ao lado de João Afro colecionam pódios para o Maranhão no Rally dos Sertões.

Uma prova completa e desafiadora! A competição apresentou uma diversidade de terreno, com dunas, trechos de pedras, serras e trilhas fechadas. Os trechos cronometrados castigaram carros, motos, e UTVs. Por isso, muitas equipes não conseguiram fechar a prova, como foi o caso da dupla maranhense piloto Ruan Lima e do navegador Rafael Shimuk.

(Fotos: Doni Castilho)

“O rally acabou mais cedo para nós. Faltando 20km para o fim da 3ª etapa, em um salto, rachou o diferencial dianteiro do UTV. E não conseguimos trocar a peça. Foi minha segunda prova profissional de rally, e trocamos muita experiência com Fábio e João. Agradeço a todos, ao meu parceiro Rafael Shimuk e a todos que torceram pela nossa equipe. Vamos consertar o UTV e partir para o próximo desafio”, disse o piloto Ruan Lima que se prepara para correr o Piauí Rally Camp, no início de maio.

A 20ª edição do Rally RN 1500, que abriu o Brasileiro de Rally Cross Country, teve a supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). A competição cortou o Rio Grande do Norte, passando pelas cidades de São Miguel do Gostoso, Assu, Currais Novos e Bom Jesus. Ao todo foram 838km, com 568km de especiais (trechos cronometrados).

A equipe Cadasso Racing é patrocinada pela empresa Med Surgery. E o Piloto Fábio Cadasso e o navegador João Afro tem o apoio do Governo do Estado do Maranhão por meio da Lei Estadual de Incentivo ao Esporte.

Carregando