Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Distrito Industrial de São Luís passa por obras de revitalização

As obras de revitalização do Distrito Industrial de São Luís foram iniciadas na última segunda-feira (16).

O secretário Expedito Rodrigues vistoriou nesta quinta-feira as obras no Disal, em São Luís. Foto: Arthur Costa

Buscando melhores alternativas de desenvolvimento para a classe empresarial, o secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Expedito Rodrigues, vistoriou, nesta quinta-feira (19), as obras de revitalização do Distrito Industrial de São Luís, iniciadas na última segunda-feira (16).

Entre os serviços realizados está uma nova pavimentação, drenagem profunda e recuperação dos bueiros nos trechos mais críticos. Nos pontos menos danificados estão sendo executados os serviços de drenagem superficial, tapa-buracos, ajuste do meio-fio, das sarjetas e capina.

Algumas vias já haviam sido recuperadas, entretanto, com as chuvas e o tráfego de veículos de grande porte, muitas voltaram a precisar de reparos.

De acordo com o secretário Expedito Rodrigues, com a conclusão das obras todos serão beneficiados. “Os serviços citados beneficiam os empresários e funcionários que trafegam no Distrito Industrial, dando conforto e segurança no tráfego de veículos e melhorando o aspecto visual”, destacou.

“A revitalização irá melhorar a logística e teremos, com certeza, uma redução nos custos”, afirmou o presidente da Associação do Distrito Industrial, Marcos Tadeu.

Lotes abandonados no Disal são revertidos para o Estado

A Seinc está realizando, também, de maneira sistemática, ações de reversão para restabelecer lotes abandonados e que são de propriedade do Estado. “O Maranhão vive um momento de oportunidades, onde várias empresas desejam se instalar no estado. Nossa infraestrutura logística é um diferencial. A reversão desses lotes nos abre um leque de opções para os novos empreendimentos, já que são espaços que antes estavam inutilizados e, agora, podem abrigar diversas empresas em uma localização estratégica”, afirmou Expedito Rodrigues

Carregando