Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia apreende segundo acusado de assassinar o delegado David Aragão

O acusado, que tem 17 anos, confessou ter sido o autor das facadas que atingiram o delegado.

A Polícia conseguiu apreender, na manhã desta segunda-feira (7), mais um acusado de assassinar o delegado da Polícia Federal (PF), David Aragão, vítima de latrocínio na noite de sábado (5) em uma residência na praia do Araçagi, em São José de Ribamar.

O acusado J.L.L, que tem 17 anos, confessou ter sido o autor das facadas que atingiram o delegado. Segundo ele, o terceiro acusado, que ainda está foragido e foi identificado como Davi Costa Martins, levou a arma do delegado e foi o autor dos disparos fatais na vítima.

Davi tinha sido preso em março deste ano por porte ilegal de arma de fogo mas, por ser réu primário, foi autorizado pela justiça a responder em liberdade.

As Investigações

No domingo, menos de 24 horas após o crime, a polícia conseguiu deter Wanderson Baldez. Ele tinha ido buscar atendimento médico na UPA da Vila Luizão. Ele confessou que, juntamente com Davi e o menor de idade, se reuniram na Vila Luizão e saíram para praticar crimes. Ao passarem pela residência e notarem certa movimentação, decidiram invadir.

Carregando