Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Suspeito pela morte de músico é apresentado em São Luís

“JJ” e o autor se desentenderam em um grupo de WhatsApp, em um conversa sobre futebol

O músico JJ teria sido morto por Fernando Veiga após discussão em grupo de WhatsApp. (Foto: Reprodução)

Por Nelson Melo

Na tarde desta quarta-feira (9), a Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) apresentou Fernando Veiga de Aguiar, de 23 anos, o “Fernandinho dos Perfumes”, suspeito de cometer um homicídio em São Luís, que teve como vítima o músico Jesus Meneses dos Santos Júnior, 31. Fernando Veiga foi preso no Pará; e, segundo relatado pelo delegado Felipe César, da SHPP, ele levava uma vida normal naquele estado, para onde fugiu após o crime. Lá, “Fernandinho dos Perfumes” fazia academia e era sustentado pelo pai biológico.

O delegado declarou, em uma entrevista coletiva ocorrida na Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP/MA), na tarde desta quarta-feira, que Fernando Veiga, depois de matar “JJ”, como era conhecido o guitarrista, saiu do Maranhão e passou a residir em Itaituba, no Pará, juntamente com seu pai biológico. Naquele estado, ele frequentava clubes e se divertia em outros locais, como se nunca tivesse cometido um assassinato na capital maranhense.

Há um mês, frisou César, a SHPP recebeu uma valiosa informação de que o suspeito estaria naquela cidade paraense, o que motivou o deslocamento de uma equipe da Superintendência de Homicídios até lá.

Nesta terça-feira (8), “Fernandinho dos Perfumes” foi capturado quando estava sentado em uma cadeira, perto de alguns parentes. No momento da prisão, Veiga não esboçou reação e confessou ter matado o músico, conforme o delegado mencionou na coletiva.

O CRIME

“JJ” e o autor se desentenderam em um grupo de WhatsApp, em um conversa sobre futebol. Em seguida, a discussão se estendeu para uma boate, onde o músico lesionou Fernando, que, minutos depois, apareceu em um posto de combustível, localizado na Quintas do Calhau, em uma motocicleta e atirou contra o guitarrista. Este foi atingido no tórax e no braço.

Carregando