Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

10 coisas que você precisa saber sobre concursos para auditores fiscais

Em breve o município de São Luís deverá lançar edital para preenchimento de 10 vagas para Auditor Fiscal de Tributos do Município

Foto: Reprodução

Com a autorização e escolha da banca que será responsável pelo concurso de Auditor Fiscal de Tributos do Município de São Luís que, depois de mais de 20 anos, irá ofertar 10 vagas para preenchimento imediato e mais formação de cadastro de reserva, muitos concurseiros e pretensos candidatos ao cargo podem ter ficado com algumas dúvidas.

Pensando nisso, montamos 10 tópicos que os candidatos precisam conhecer antes de se candidatar.

1) Principais requisitos para ser aprovados em concursos para auditores fiscais
Em geral, os concursos públicos para auditores fiscais não exigem formação específica, salvo algumas exceções. Concurseiros formados em história, geografia, direito, física, matemática, administração, nutrição, contabilidade e outras graduações são vistos entre os concorrentes dos processos seletivos.

Isso é uma grande vantagem para o concurseiro que deseja ser aprovado, mas também atrai muitos concorrentes das mais diversas áreas. Em geral, os concursos são para cargos em exigem formação superior, mas há editais focados em cargos técnicos de nível médio. Outros requisitos variam conforme o edital.

2) Você pode aproveitar os seus estudos em diferentes oportunidades de concursos dentro da área fiscal
Nos concursos públicos para auditores fiscais, as matérias são comuns também de outros concursos públicos, o que faz com que muitos prestem outros processos seletivos. Há ainda diferentes cargos de atuação dependendo do edital oferecido.

3) Trata-se de uma área sem grandes mudanças
Uma vantagem na hora de estudar para concursos de auditores fiscais é que a área não possui mudanças bruscas nos períodos entre um concurso e outro. Desta forma, fica mais fácil para o concurseiro estudar através de editais anteriores antes mesmo de sair o edital do concurso em questão.

4) Disciplinas comuns nas áreas fiscais
Entre as disciplinas geralmente exigidas em edital estão:

Português
Matemática Financeira/Raciocínio Lógico/Estatística
Direito Constitucional
Direito Administrativo
Direito Civil
Direito Empresarial
Direito Tributário
Contabilidade
Administração Geral
Administração Pública
Economia
Auditoria

As disciplinas e os conteúdos podem variar conforme o cargo oferecido no edital dentro da área fiscal, conforme a instância da auditoria fiscal (federal, estadual e municipal) e conforme a banca organizadora. Em geral, as provas contêm de 15 a 20 discplinas.

5) O que fazem os auditores fiscais
Saber mais sobre a função de auditor fiscal é essencial para decidir se esta é uma área a qual deve investir os seus esforços. Não se pode optar por esta área apenas pela promessa de altos salários. O auditor fiscal possui várias responsabilidades junto ao órgão onde atua, como fiscalizar comerciantes e prestadores de serviços, desenvolver atividades de inteligência do órgão, atuar junto aos órgãos previdenciários, atuar em atividades administrativas correlatas à atividade tributária, atuar em planejamento da arrecadação tributária, e muitas outras atividades, que variam conforme a instância do órgão. O seu trabalho é essencial para o poder público.

6) Diferentes concursos para auditores fiscais
Há diferentes instâncias de concursos para auditores fiscais, ou seja, há concursos na área fiscal que são municipais, estaduais e federais. Os federais, em geral, são os mais concorridos. É uma escolha pessoal que deve ser feita com atenção. O que faz a diferença entre eles são os tipos de tributação. Vejamos a seguir alguns exemplos:

Federais

Imposto de Importação (II)
Imposto de Exportação (IE)
Imposto de Renda (IR)
Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)
Imposto sobre Operações Financeiras (IOF)
Imposto sobre Propriedade Territorial Rural (ITR)
Imposto sobre Grandes Fortunas (IGF)

Estaduais

Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS)
Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)
Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD)

Municipais

Imposto sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS)
Impostos sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU)
Imposto sobre a Transmissão de Bens e Imóveis Inter Vivos (ITBI)

7) É gratificante ser auditor fiscal
Ser auditor fiscal é bastante gratificante e promissor. É possível muitas vezes aproveitar a sua profissão de formação e dar um upgrade na carreira. Mas não é uma carreira para todos e vale a pena refletir antes de se esforçar em um concursos público.

8) Frequência dos concursos nas áreas ficais
Não há um padrão. Mas a maioria dos concursos públicos na área fiscal lançam novos editais entre um-três anos. É importante sempre estar se informando sobre a previsão de novos concursos.

9) Bancas organizadoras dos concursos para auditores ficais
As principais bancas de concursos públicos para auditores fiscais são: FGV, CESPE (CEBRASPE), ESAF e FCC. Mas concursos municipais e estaduais podem ter outras bancas organizadoras. É importante pesquisar a partir da sua opção de concurso. Cada banca organizadora tem o seu estilo próprio de estabelecer o edital, as disciplinas e as questões.

10) Por onde começar?
Pesquise tudo o que você puder sobre os concursos para auditores fiscais e mais especificamente para aquele que deseja prestar. Veja relatos de profissionais que já foram aprovados e aprenda com eles. Procure saber quais são os editais que devem ser lançados neste ano. Faça um planejamento mesmo antes do edital e escolha uma metodologia de estudos que atenda mais a ver com as suas necessidades. Depois, é só começar a estudar e se entregar ao processo de estudo.

Carregando