Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Mãe policial atira em assaltante antes de comemoração ao Dia das Mães

Bandido é assassinado quando abordava mulheres que iam para festividade em escola

Kátia da Silva Sastre, de 42 anos, cabo da policial militar, pertencente ao 4° Batalhão de Ações Especiais de Polícia, da Zona Leste de São Paulo, foi a festividade de Dia das Mães na escola da a filha no sábado (12). Seria uma típica comemoração em sua homenagem. No entanto, ela teve de exercer sua função profissional e balear um suspeito em frente da unidade de ensino.

O bandido portava um revólver calibre 38. Havia abordado mulheres que esperavam a abertura do portão, em frente ao Colégio Ferreira Master, unidade particular, que fica no bairro Cidade Cruzeiro do Sul, em Suzano.

De acordo com a Polícia Militar de Suzano, Kátia testemunhou o suspeito fazendo ameaças de assaltos às outras mães. Chamada à ação, a policial sacou a arma e deu três disparo contra o elemento. O criminoso respondeu com atirando também, sem atingir ninguém. Fez ainda um segundo disparo, que falhou.

O assaltante, identificado com Elielton Neves Moreira, de 21 anos, foi baleado quase à queima-roupa. Foi em seguida rendido por Kátia. Socorrido pela  Santa Casa de Suzano,  não resistiu aos ferimentos e morreu.

Carregando