Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Vacinação contra a gripe termina 1º de junho

Falta uma semana para encerrar a campanha de vacinação contra a gripe, ainda faltam 21 milhões de pessoas a serem vacinadas

A expectativa do Ministério da Saúde é vacinar 54,4 milhões de pessoas até o final da campanha (Foto: Divulgação)

A população tem até o dia 1º de junho para tomar a vacina contra a gripe em um dos postos de vacinação de todo o país. A vacina é a precaução mais eficiente para evitar a doença e garante proteção às pessoas com mais risco de desenvolverem a forma grave da doença. O levantamento feito pelo Ministério da Saúde, mostra que mais de 60% das pessoas que fazem parte do público-alvo, tomou a vacina.

A maioria dos brasileiros pode tomar a vacina que protege contra a gripe. Porém, como não há imunizantes disponíveis para toda a população, o governo define alguns públicos que são mais suscetíveis à doença: idosos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, profissionais da saúde, professores das redes pública e privada, indígenas, gestantes, puérperas, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Se você faz parte dos grupos de risco para complicações da doença, sua participação é primordial. A gripe é uma doença séria, que mata mais de 650 mil pessoas todos os anos, de acordo com um recente levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além de causar aqueles sintomas clássicos — febre alta, nariz entupido, cansaço e dor no corpo —, ela está por trás de complicações como pneumonia e infarto.

Pessoas com doenças crônicas (como o diabetes) e outras condições clínicas especiais também devem receber a vacina da gripe. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no posto de saúde. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para ganhar a dose, sem a necessidade de receita.

Carregando