Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

90% dos postos no interior do Estado ainda estão secos

A situação tende a se normalizar com a desobstrução completa da BR-135

Em cidades mais desenvolvidas como Santa Inês, o combustível que chegou acabou em um dia (Foto: Divulgação / João Rolim)

A mobilização dos caminhoneiros nos últimos dez dias, ocasionou desprovimento de combustível em todo o País, apesar da situação em São Luís estar quase normalizada, no interior do Estado o quadro ainda é crítico, principalmente nas cidades menores.

Segundo João Rolim, presidente do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão (Sindcombustíveis), mais de 90% das cidades do interior ainda não receberam combustível. Os interiores que estão mais secos são: Zé Doca, Nova Olinda, Santa Luzia do Paruá, Governador Nunes Freire e Maracaçumé.

Desde domingo (27), quando uma operação transportou gasolina por meio de caminhões-tanque via ferry boat ao interior, somente as maiores cidades foram abastecidas, mas ainda assim, a gasolina que chegou acabou em pouco tempo.

A BR-135 já foi completamente liberada, e tudo tende a normalizar. Todos os caminhões que estiverem em São Luís vão carregar e vão voltar para abastecer os postos do interior.

Carregando