Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Porto do Itaqui já abasteceu mais de 400 caminhões-tanque

Após serem carregados no Itaqui, os veículos são escoltados pela polícia até postos de gasolina e outros pontos de abastecimento essencial, como o de transporte coletivo.

Porto do Itaqui já abasteceu mais de 400 caminhões-tanque( Foto: Karlos Geromy)

O Porto do Itaqui já abasteceu mais de 420 caminhões-tanque desde a última sexta-feira (25) até a tarde de terça-feira (29) para reduzir os efeitos da crise de combustível. De acordo com a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), desse total, 73 foram embarcados pelo ferry-boat, com destino a 29 cidades da Baixada.

Após serem carregados no Itaqui, os veículos são escoltados pela polícia até postos de gasolina e outros pontos de abastecimento essencial, como o de transporte coletivo.

Doação de sangue

As doenças respiratórias, típicas deste período, e a dificuldade de deslocamento em razão da crise federal dos combustíveis provocaram uma queda de 30% nas doações de sangue registradas pela Hemomar. A unidade recebe em média 120 doadores por dia.

A Secretaria de Estado da Saúde lançou uma campanha nesta semana para incentivar a doação de sangue. O objetivo é a manutenção dos estoques de bolsas de sangue para o abastecimento das unidades de saúde. A expectativa é retomar o número de doadores em mais de 50%

Água

Um caminhão com produtos químicos está a caminho de São Luís com produtos químicos usados para tratamento da água. O destino é o Sistema Italuís que abastece parte da capital. A polícia está escoltando a carga. A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) tem articulado, desde o começo da greve dos caminhoneiros, operações para garantir que o fornecimento não seja suspenso.

Segurança

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão esclarece que não haverá perdas ou interrupções em relação aos trabalhos prestados pelas Polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros. A Secretaria dispõe de um plano logístico para o abastecimento das viaturas, de modo a garantir que os trabalhos das Forças de Segurança não sejam prejudicados.

Carregando