Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Três pré-estreias marcam a programação da 41º edição do Festival Guarnicê de Cinema

O festival tem início neste sábado (9) e segue até o dia 16 no Centro Histórico de São Luís

Cena do filme Alguma Coisa Assim, que será exibido na cerimônia de abertura do Guarnicê. (Foto/divulgação)

Neste ano, dois filmes e um documentário terão sua pré-estreia no Festival Guarnicê de Cinema, que tem início neste sábado (9) e segue até o dia 16 no Centro Histórico de São Luís. Os longas-metragens Alguma Coisa Assim, dos diretores Esmir Filho e Mariana Bastos, Canastra Suja, dirigido por Caio Sóh e com as atrizes Adriana Esteves e Bianca Bin no elenco, e o documentário Tribo do Reggae, de Beto Matuck, serão exibidos durante a mostra.

O filme Alguma Coisa Assim será exibido durante a cerimônia de abertura marcada para sábado, 9, a partir das 19h30, no Teatro Artur Azevedo e contará com a presença da diretora Mariana Bastos e da atriz Caroline Abras. Na quinta-feira (14), no Teatro Alcione Nazareth, às 16h30, será a vez do documentária Tribo do Reggae. Por fim, na sexta-feira (15), e também no Teatro Alcione Nazareth, haverá a exibição do filme Canastra Suja, às 16h, e com a presença dos atores Pedro Nercessian e David Junior.

Sinopses

Alguma Coisa Assim (Dir. Esmir Filho/ Drama/ 80min/ SP/ 2017) – O filme, produzido com base no curta homônimo de 2006, conta a história do casal Mari (Carolina Abras) e Caio (André Antunes). No decorrer de dez anos, o longa narra três momentos marcantes e alguns dos conflitos vividos por eles.

Tribo do Reggae (Dir. Beto Matuck/ Documentário) – Os 30 anos da banda Tribo de Jah são narrados neste documentário, que teve o inicio das gravações em um show realizado pela banda em 2017, na Praça Nauro Machado.

Canastra Suja (Dir. Esmir Filho e Mariana Bastos/ Drama/ 120min/ SP/ 2016) – As aparências enganam. Neste longa, Adriana Esteves e Marco Ricca dão vida ao casal Maria e Marco que, embora pareçam ser felizes, vivem numa situação conturbada. Marco é um alcóolatra inveterado e Maria tem um caso com o namorado de sua filha mais velha, Emília (Bianca Sá).

O Festival Guarnicê de Cinema é promovido pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (DAC/PROEXCE), conta com patrocínio da Cemar, Governo do Maranhão/Sectur, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, Banco do Nordeste, e Equatorial Energia. Ainda tem o apoio da Fundação Sousândrade, Assembleia Legislativa, Fundação Josué Montello, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), Rádio Universidade FM, TV UFMA, CiaRio Brasil, Academia Internacional de Cinema e Vitrine Filmes.

Carregando