Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Conheça melhor a Suíça, primeira adversária do Brasil

País europeu hoje está na 6ª posição no Ranking da FIFA e é conhecido pela produção de chocolates e relógios

O time estreia na copa contra a seleção brasileira neste domingo (17) (Foto: Divulgação)

A Suíça será o primeiro país a enfrentar o Brasil na Copa. Pensando nisso, trouxemos algumas curiosidades desse lugar, conhecido pelas paisagens, culinária e receptividade.

O jogo acontecerá na tarde deste domingo (17), às 15h00. Para saber um pouco mais desse país, que acolhe os turistas de braços abertos, veja algumas curiosidades abaixo.

Hospitalidade com os turistas
A Suíça é um país onde os habitantes prezam pela política da receptividade especialmente aos refugiados. O país tem a sexta melhor equipe no futebol segundo a Fifa.

Conhecida pelos seus maravilhosos chocolates, canivetes, queijos e relógios, a Suíça tem muito a oferecer especialmente aos turistas. Segurança, economia sólida e a maior parte da mão de obra empregada por pequenas e médias empresas que representam um papel extremamente importante para a economia do país.

Conheça o Técnico da Seleção da Suíça
O Técnico Vladimir Petkovic, em entrevista ao SporTV, disse: “ A Suíça mudou, vocês precisam nos estudar melhor porque não somos só chocolate. Temos orgulho do nosso grupo, a gente fez um bom trabalho até aqui. E queremos passar e chegar ao melhor resultado’.

Vladimir Petkovic (54), nasceu na Suíça e há pouco mais de três anos contribui com o país sendo reconhecido como o melhor técnico da seleção. Ele assumiu o lugar do ex-treinador Ottmar Hitzfeld, após a Copa no Brasil em 2014.

Em entrevista a um jornal suíço, Petkovic disse que uma das suas estratégias é tratar com seus jogadores sobre o time adversário só um dia antes da partida. Ele promete futebol ofensivo e ao mesmo tempo delicado.

Jogadores de quase todos os cantos do mundo
A diversidade Suíça se dá pela sua receptividade. Mais da metade da seleção tem imigrantes e descendentes de imigrantes de vários lugares do planeta, algo perceptível pela nome dos jogadores em campo. Na seleção fala-se de seis a sete línguas, entre elas o alemão, italiano, francês, espanhol, o suíço e até mesmo o português do Brasil.

O time
A equipe, apesar de ter conseguido a classificação apenas na repescagem, traz em seu time importantes jogadores naturais ou oriundos do país, como o meio-campo Granit Xhaka, que possui 41 jogos com o time e uma Copa do mundo. Conta também com o jogador Xherdan Shaqiri, destaque no último mundial, concorrendo ao prêmio de melhor jogador jovem da Copa. O time tem a participação do artilheiro e centro-avante Haris Seferovic, que fez parte da Copa de 2014 e da Eurocopa 2016.

Famosos que se encantaram pelo país
Pessoas como Albert Einstein se encantaram tanto com Berna que hoje a cidade abriga um museu dedicado a contar sobre a vida criador da Teoria da Relatividade.

Charles Chaplin chegou a morar em Montreux junto com a sua família até os últimos dias de sua vida.

Carregando