Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Bélgica volta a golear e dá passo importante rumo à classificação

Com a vitória por 5 a 2 sobre a Tunísia, neste sábado (23), os belgas torcem apenas para que o Panamá não vença a Inglaterra

Foto: Reprodução

Após a goleada por 3 a 0 sobre o Panamá na sua estreia na Copa do Mundo da Rússia, a Bélgica voltou a campo neste sábado (23 de junho) e voltou a vencer por um placar elástico, pelo Grupo G. A vítima da vez foi a Tunísia, que perdeu por 5 a 2. Os destaques da partida foram os belgas Eden Hazard e Romelu Lukaku, que marcaram dois gols cada. Com o resultado, a seleção do técnico Roberto Martínez deu passo importantíssimo rumo à classificação para as oitavas do Mundial.

Os belgas não demoraram para abrir o placar. Logo aos 5 minutos do primeiro tempo, Hazard foi derrubado dentro da área por defensor da Tunísia, e após pedir a revisão através do VAR, o árbitro assinalou a penalidade. O próprio camisa 10 da Bélgica assumiu a responsabilidade e marcou.

10 minutos mais tarde, Romelu Lukaku ampliou o placar. Aos 15 minutos, o atacante aproveitou bom passe de Mertens, após roubada de bola do meia, e balançou as redes mais uma vez para a Bélgica.

Dois minutos depois, a Tunísia até chegou a ensaiar reação com Bronn, que aproveitou cobrança de falta do camisa 10 tunisiano Khazri para marcar de cabeça.

A dupla de ataque da Bélgica, porém, voltou a aparecer ainda no fim do primeiro tempo. Aos 48 minutos, Lukaku aproveitou mais um bom passe, desta vez de De Bruyne, e anotou o seu segundo gol na partida. Com a dobradinha, o atacante chegou a quatro gols na Copa, igualando Cristiano Ronaldo, que até então era o artilheiro isolado da competição.

Já na segunda etapa, Hazard voltou a marcar. Mais uma vez aos 5 minutos, o camisa 10, driblou o goleiro da Tunísia para balançar as redes. Já nos acréscimos, Batshuayi marcou o quinto gol. Os tunisianos fecharam o marcador, também nos minutos finais, com Khazri.

Com o resultado, a Bélgica chegou a seis pontos somados e precisa apenas que o Panamá não vença a Inglaterra, também neste sábado, para se garantir matematicamente nas oitavas da Copa. Se vencerem os panamenhos, os ingleses também se garantem no mata-mata e farão confronto direto contra os belgas, na quinta-feira (28), para decidirem quem terminará como líder do Grupo G.

Carregando