Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

São João de Todos chega ao fim após 17 dias de festa

Os arraiais tiveram em comum espaços amplos, seguros e estruturados com programação que atende a todas as idades e promovem a socialização

Foto: Reprodução

O São João de Todos chega ao fim neste domingo (1º) após mais de mil apresentações, mais de 500 grupos maranhenses e milhares de pessoas em cada um dos arraiais da festa. Foram 17 dias de festa na capital e oito dias em Imperatriz.

Teve chuva, teve jogo da seleção brasileira, teve a tradicional preguiça de segunda-feira e nada disso afastou o púbico da festa promovida pelo Governo do Maranhão. Em São Luís, a parceria é com a prefeitura da cidade.

“Os arraiais estavam muito movimentados e esse público cresce consideravelmente em dias de shows. A polícia tem trabalhado com o efetivo a postos e equipado para que seja garantida ao público total segurança”, diz o titular do Comando de Policiamento Metropolitano de Área I (CPAM I), tenente-coronel Alexandre Francisco dos Santos.

O Arraial da Maria Aragão, no Centro de São Luís, concentrou os maiores pontos de lotação, principalmente quando houve participações especiais de artistas com grande fama nacional, como foi o caso de Alceu Valença e Fagner.

Os grupos de bumba meu boi também atraíram grandes aglomerações, principalmente os mais conhecidos, como o Boi de Maracanã, o Boi da Maioba, o Boi de Axixá e o Boi de Nina Rodrigues, dentre outros.

Festa em todo lugar

A programação oficial do São João de Todos 2018 foi realizada nos arraiais do IPEM (Calhau), da Praça Maria Aragão (Beira-Mar), da Vila Palmeira (Vila Palmeira), Praça Nauro Machado (Centro Histórico), em São Luís; e na Beira-Rio em Imperatriz.

Também integraram a programação as comemorações no Largo de Santo Antônio na Igreja de Santo Antônio (Centro Histórico), o festejo de São Pedro (dia 29), na Capela de São Pedro (Madre Deus) e a tradicional festa de São Marçal (dia 30), no João Paulo.

Entre os arraiais mais visitados estavam a Praça Maria Aragão, que tem como principais atrativos um palco especial para o forró pé-de-serra e show de artistas locais e nacionais; e o festejo no IPEM, com música, atrações e área adequada para as crianças.

Os arraiais tiveram em comum espaços amplos, seguros e estruturados com programação que atende a todas as idades e promovem a socialização.

“É um festejo para a família, que pode prestigiar o melhor do nosso São João com alegria, diversidade de manifestações típicas da nossa cultura e um grande aparato de segurança. A cidade se enfeita e as pessoas se unem nesta festa popular que é a mais bonita e segura do país”, afirma o secretário de Estado de Cultura e Turismo (Sectur), Diego Galdino.

Bairros

O Governo do Maranhão apoiou, ainda, os festejos nos Vivas e nos bairros da Liberdade, Bairro de Fátima, Cohatrac, Anil, Cohajap, João Paulo, João de Deus, Cidade Operária, Anjo da Guarda e Vila Embratel.

Durante os festejos, mais de 500 policiais militares estiveram envolvidos diretamente nas ações de segurança. O planejamento conta com atuação de efetivos dos CPAMs I, II e III; Corpo de Bombeiros; Guarda Municipal; Companhia de Polícia Militar Rodoviária Independente (CPRV Ind) com apoio do Detran; e o Batalhão de Polícia Militar Turismo (BPTur).

Carregando