Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Diretor de ‘Os Incríveis 2’ avisa: ‘Não é filme de criança’

A sequência de Os Incríveis estreou na última semana, após quatorze anos do lançamento do primeiro longa

© Divulgação

O diretor do filme Os Incríveis 2, Brad Bird, se incomodou com algumas críticas no Twitter sobre a presença de palavras inapropriadas para crianças no novo longa da Pixar. “Com todo o respeito, não é um ‘filme de criança’. É uma animação classificada como PG”, se referindo à classificação indicativa que recomenda a presença dos pais na sessão, que pode conter cenas não indicadas para os pequenos.

A sequência de Os Incríveis estreou na última semana, após quatorze anos do lançamento do primeiro longa. Em fóruns de discussões americanos, pais têm reclamado do uso das palavras “damned” e “hell” (maldito e inferno, em tradução livre), pelos personagens. No Brasil, em versão dublada, a classificação indicativa para o filme é livre para todos os públicos.

Em seguida, o cineasta se irritou com outro usuário da rede social, que compartilhou que a filha de quatro anos não conseguiu prestar atenção no longa, depois de ter adorado a primeira produção da franquia. “Não notei essas expressões, mas fiquei desapontado que o filme não era bom para crianças”, escreveu.

“Ela tem QUATRO anos. Provavelmente, ela assistiu ao primeiro em casa, onde podia correr e fazer outras coisas. Você está realmente me pedindo para escrever algo que se acomode a atenção de uma criança dessa idade?”, provocou Bird em resposta. “Você julga os filmes de duas horas e meia da Marvel ou da Lucasfilm da mesma forma?”

Carregando