Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Rede estadual de saúde do Maranhão ganha primeira radioterapia

A nova estrutura, construída com recurso federal, ampliará o acesso de paciente oncológicos a procedimentos essenciais ao tratamento contra o câncer dentro do SUS

Foto: Reprodução

A ordem de serviço para o início da construção da Unidade de Radioterapia do Hospital de Câncer do Maranhão foi assinada pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, nesta segunda-feira (16), na presença de representantes do Ministério da Saúde (MS) e da Promotoria de Saúde.

A nova estrutura, construída com recurso federal, ampliará o acesso de paciente oncológicos a procedimentos essenciais ao tratamento contra o câncer dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). “É um capítulo importante para a saúde do Maranhão. Com o novo aparelho de radioterapia vamos melhorar ainda mais a cobertura da rede de atendimento oncológico do estado diminuindo a fila de espera por esse tipo de serviço”, afirmou o secretário Carlos Lula.

Para a promotora de justiça da Saúde, Glória Mafra, a assinatura da ordem de serviço resulta da ação coletiva dos órgãos estaduais. “A entrega dessa obra é um sucesso total dessa nossa intervenção junto ao Ministério da Saúde, principalmente porque nós vamos ter um atendimento humanizado, onde possamos efetivamente combater todas as questões que envolvem a oncologia do Maranhão”, afirmou.

Ao todo, o Ministério da Saúde investirá mais de R$ 6,3 milhões na compra do equipamento e construção do local adequado. A nova estrutura será equipada com uma sala de moldes, uma sala fabricação de próteses, além de uma sala vermelha para suporte aos pacientes que precisem de atendimento de urgência.

“O intuito do Plano de Radioterapia do Ministério da Saúde é reduzir a fila de espera do tratamento de câncer no país. São 80 soluções, o Maranhão está recebendo uma solução e a intenção é de que esse equipamento, que tem a capacidade de 120 tratamentos por dia, em um ano acabe com a fila”, afirmou Ronan Cabral, gerente do projeto do Plano de Expansão da Radioterapia no SUS.

De acordo com a secretária adjunta de Engenharia e Manutenção da SES, Thais Farias, a previsão de finalização da obra é de 12 meses, visto que os aceleradores lineares são equipamentos de altíssima complexidade tecnológica e não podem ser instalados sem os devidos cuidados com a proteção radiológica.

“É uma obra bastante complexa, com um sistema construtivo diferenciado, pois toda a concretagem do bloco do acelerador linear deverá ser executada de uma só vez, não permitindo emendas nem fissuras. As paredes da área da radioterapia possuem um metro e vinte de espessura para evitar a passagem de radiação. A edificação é um prédio térreo, e já foi aprovada prevendo um local de expansão”, afirmou.

Na próxima semana será iniciada a obra de construção do bunker do Hospital de Câncer do Maranhão. O equipamento será instalado na área anexa ao Centro de Saúde Genésio Rêgo, no bairro da Vila Palmeira, em São Luís.

O projeto inclui a construção do bunker (espaço destinado para instalação do aparelho de radioterapia) e a aquisição de um acelerador linear, equipamento usado para o tratamento de radioterapia em pacientes com câncer.

A empresa Engtech Construções e Comércio Ltda. foi licitada pelo MS e será a responsável pela obra. A partir da assinatura da ordem de serviço, há um prazo de até 10 dias para as obras começarem.

Carregando