Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Polícia apreende bens de juiz aposentado acusado de ameaçar membros do judiciário em Imperatriz

Erivelton Cabral Silva chegou a ser autuado e preso por posse ilegal de munição mas foi solto logo em seguida

Ele também responde a vários processos na justiça por crimes como porte de arma de fogo e ameaça. (Foto: Divulgação)

O Juiz aposentado Erivelton Cabral Silva teve bens confiscados (e foi detido) após ameaçar servidores do Ministério Público e do Poder Judiciário de Imperatriz que estão ligados às investigações de crimes cometidos pelo ex-magistrado.

A operação de busca e apreensão em desfavor do ex-juiz ocorreu na manhã desta terça-feira (17), na cidade de Imperatriz. Erivelton Cabral foi juiz no Estado do Tocantins e preso em 2017 por tentativa de homicídio contra o próprio irmão, Elton Cabral, atingido com um tiro no abdômen. Relembre o caso AQUI

Ele também responde a vários processos na justiça por crimes como porte de arma de fogo e ameaça. O ex-juiz também está sendo investigado pelo departamento de combate ao crime organizado da Superintendência Estadual de Investigações Criminais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) por suspeitas de coagir membros do Ministério Público e do Poder Judiciário no curso de um dos processos criminais movido contra ele.

Durante as buscas em sua residência foram aprendidos notebook e vários dispositivos de mídia, além de 12 munições dos calibres .38 e .380, sendo, por isso, autuado em flagrante delito pelo crime de posse ilegal de munição. O ex-magistrado foi encaminhado para a sede de delegacia regional de Imperatriz para as formalidades legais.

Carregando