Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) abre concurso com 110 vagas

Os interessados devem ter nível médio completo e até 25 anos de idade em dezembro de 2019

Foto: Reprodução

A Força Aérea Brasileira (FAB) abriu um novo concurso, desta vez, as oportunidades são para ingresso no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). São 110 vagas imediatas para ingresso no curso de graduação em engenharia. Os candidatos que concluírem o curso farão jus à remuneração de R$ 8.245.

Os interessados devem ter nível médio completo e até 25 anos de idade em dezembro de 2019. Do total de vagas, 25 são privativas e destinadas exclusivamente aos candidatos que quiserem seguir na carreira militar no Quadro de Oficiais Engenheiros da Ativa da Força Aérea Brasileira (QOEng). As 85 vagas ordinárias são para àqueles que não tem interesse na carreira militar. Para candidatos autodeclarados negros são reservadas cinco vagas privativas e 17 ordinárias.

É previsto pelo edital de abertura que os aprovados serão matriculados no curso de graduação em engenharia, composto de dois anos de um curso fundamental comum a todos e seguido de três anos de um curso profissional em uma das habilitações, totalizando cinco anos, a ser realizado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos, no estado de São Paulo.

Inscrições
As inscrições deverão ser feitas até 15 de setembro pelo site do www.vestibular.ita.br. O valor da taxa de inscrição é R$ 140. No site do ITA é necessário ler o edital do concurso e preencher o formulário de inscrição.

Provas
É previsto que os candidatos serão avaliados em exame de escolaridade (prova objetiva, discursiva e redação) e inspeção de saúde. As provas cobrarão conhecimentos em física, inglês, matemática, português e química. A aplicação desta etapa será nas cidades de Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora, Londrina, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São José dos Campos, São José do Rio Preto, São Paulo, Teresina e Vitória.

Os aprovados poderão escolher, de acordo com a classificação, uma das seguintes especialidades de engenharia: aeroespacial, aeronáutica, civil-aeronáutica, de computação, eletrônica e mecânica-aeronáutica.

Após a conclusão do curso, aqueles que optaram pela carreira militar e foram convocados como aspirantes a oficial, com remuneração de R$ 6.993, serão promovidos a 1º tenente do Quadro de Oficiais Engenheiros da Ativa da Aeronáutica, com remuneração de R$ 8.245, e serão distribuídos nas Organizações Militares do Comando da Aeronáutica, conforme a conveniência e a necessidade da Administração.

Mais vagas
O Instituto Militar de Engenharia (IME) do Exército Brasileiro está com inscrições abertas até 6 de setembro para admissão ao Curso de Formação de Oficiais da Ativa (CA/CFrm) do Quadro de Engenheiros Militares (QEM). São cinco vagas imediatas, com remuneração de R$ 8.245, referente ao posto de primeiro-tenente.

Carregando