Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

WhatsApp agora possui limite de mensagens encaminhadas

Usuários do serviço de mensagens móvel somente poderão encaminhar mensagens para até 20 grupos ou contatos

Foto: Reprodução

Antes sem limites, agora você não poderá encaminhar aquela mensagem importante ou aquele vídeo legal para muitos contatos no WhatsApp. Agora, o usuário somente poderá encaminhar mensagens para no máximo 20 conversas, sejam elas grupos ou pessoas. A novidade passa a valer para as versões do aplicativo tanto para Android quanto para iOS.

A nova regra começou a aparecer primeiro para usuários do iPhone no Brasil, depois que de uma atualização do aplicativo nesta segunda-feira (6). De acordo com a assessoria do WhatsApp, essa limitação vinha sendo implementada gradativamente entre todos os usuários do serviço.

Originalmente, a funcionalidade havia sido anunciada em 19 de julho deste ano como uma iniciativa da empresa para impedir a proliferação de boatos em seu serviço. A principal motivação por detrás dessa decisão foram os recentes linchamentos que ocorreram na Índia por consequência de boatos falsos que se espalharam através de conversas do WhatsApp. Por causa disso, a nova restrição do serviço é ainda mais dura: o limite é de apenas 5 mensagens encaminhadas.

O aviso de bloqueio irá aparecer para qualquer usuário quando ele selecionar 20 conversas e tentar escolher mais uma para encaminhar uma mensagem. Caso o usuário deseje enviar essa mensagem para mais de 20 conversas, será necessário enviar primeiro para as primeiras 20 e depois repetir o processo para as outras.

Após a chegada da limitação no iOS, os dispositivos Android também a receberam via atualização. Porém, além da questão do limite de mensagens encaminhadas, o aplicativo também tem assinalado todas as mensagens que podem não ser “verdadeiras”, em um esforço para impedir a proliferação de boatos e fake news.

Além disso, o WhatsApp garante que está desenvolvendo uma ferramenta que irá garantir a transparência das mensagens, combatendo dessa forma boatos e links perigosos, gerados por cibercrimonosos. Essa nova funcionalidade pretende colocar um “adesivo” de link suspeito nas mensagens que forem analisadas como maliciosas.

Carregando