Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Seminário debate oportunidades de negócios com Cuba

Durante o evento, a Conselheira Comercial de Cuba, Dagmar González, realizou a palestra “Panorama Relações Econômicas e Oportunidades de Negócios Brasil e Cuba”

Foto: Reprodução

Com o objetivo de debater as possibilidades de exportação de produtos maranhenses e o desenvolvimento de novos investimentos, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) e a Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (Fiema), em parceria com a Embaixada de Cuba no Brasil e a Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia (Seinc) promoveram nesta terça-feira (21), o Seminário “Oportunidades de Negócios Cuba e Maranhão”.

Na ocasião, o vice-presidente da Fecomércio-MA, Antonio de Sousa Freitas, destacou que o encontro é fruto de uma visita institucional do Embaixador cubano Rolando Gómez à Federação do Comércio no mês de abril, que, na oportunidade, apresentou as demandas comerciais da República Cubana e as possibilidades de parcerias com os empreendedores maranhenses.

“Vislumbramos a necessidade de promovermos um encontro entre a embaixada de Cuba e os empresários locais, para que possamos estimular o nascimento dessas parcerias. Poucas pessoas sabem, mas o Brasil já mantém uma intensa parceria comercial com Cuba e o que se espera é atrair essas oportunidades de exportação de produtos para as empresas maranhenses, que podem ser favorecidas por nossa privilegiada infraestrutura portuária para atender as demandas comerciais de Cuba”, explicou o vice-presidente da Fecomércio-MA.

O Seminário “Oportunidades de Negócios Cuba e Maranhão” contou com a presença também do Secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico da Seinc, Joseildo Soares, da Cônsul Geral de Cuba para o Nordeste do Brasil, Laura Pujol, da presidente da Federação das Câmara de Dirigentes Lojistas do Maranhão (FCDL), Socorro Noronha, da Conselheira Comercial de Cuba, Dagmar González, do Diretor da Fiema, Alexandre Rodrigues Ataíde e do vice-presidente da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Fernando Duailibe.

Negócios e investimentos

Durante o evento, a Conselheira Comercial de Cuba, Dagmar González, realizou a palestra “Panorama Relações Econômicas e Oportunidades de Negócios Brasil e Cuba”, destacando as potencialidades cubanas com a ampliação e diversificação da sua inserção internacional, além da recomposição de exportações para bens e serviços de maior valor agregado.

A Conselheira Comercial de Cuba explicou também que a promoção do investimento estrangeiro é uma das ações de maior destaque no processo de atualização do modelo econômico cubano, destacando os princípios gerais e setoriais da política de investimento estrangeiro. Dagmar González abordou sobre o ambiente de negócios favorável que Cuba proporciona, como estabilidade política, social e jurídica do país, assim como, outras atrações para o investimento, enfatizando a localização privilegiada, a força de trabalho qualificada e o potencial científico cubano.

Após a apresentação inicial das oportunidades de negócios em Cuba, a Conselheira Comercial explicou sobre a relação comercial entre o país e o Brasil, enfatizando que o Brasil está entre os 10 maiores parceiros de negócios para Cuba.

“As exportações do Brasil para Cuba em janeiro da 2018 registraram o valor mais alto dos últimos 10 anos. Na comparação com igual período de 2017, o valor exportado aumentou 48,2% e o agronegócio manteve-se como o setor mais relevante. O foco da nossa importação de produtos e os possíveis parceiros de investimentos, está nos segmentos de alimentação, artigos domésticos, materiais de construção, artigos para uso pessoal, calçado e vestuário, e construção civil”, explicou Dagmar González.

Para a Cônsul Geral de Cuba para o Nordeste do Brasil, Laura Pujol, o Seminário foi o primeiro passo para estreitar a relação entre Maranhão e Cuba. “Estamos muito satisfeitos com o resultado desse evento, pois tivemos uma ampla participação dos empresários e uma grande representação das entidades empresariais do estado”, explicou.

Além disso, o evento buscou também realizar um convite aos empresários maranhenses para a Missão Comercial à 36ª Feira Internacional de Havana (FIHAV), que acontecerá entre 29 de outubro e 2 de novembro de 2018, proporcionando um espaço de negócios e com extensa programação para os empreendedores participantes.

Carregando