Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Incomodado, Busatto espera que última atuação seja combustível para recuperação

O Sampaio Corrêa já se encontra em terras paraenses para o confronto de amanhã contra o Paysandu

Busatto espera que equipe traduza boas atuações em gol. (Foto: Divulgação)

O Sampaio Corrêa já se encontra em terras paraenses para o confronto de amanhã contra o Paysandu, válido pela quarta rodada do returno da Série B. O primeiro dos dois jogos que a equipe Tricolor fará fora de casa na sequência da competição.

Titular nas últimas quatro partidas com a camisa 1 da Bolívia Querida, Gustavo Busatto faz questão de ressaltar o incômodo com o momento atual, e o desejo de reverter logo o panorama no campeonato: “É uma situação que nos deixa bastante chateados. A torcida não merece passar por isso. Temos nos esforçado no dia a dia, nos jogos, e o resultado não está vindo. Não é pela falta de comprometimento. No último jogo finalizamos 26 vezes, tivemos mais posse de bola, mas futebol é bola na rede. Precisamos seguir trabalhando com seriedade e ter tranquilidade para concluir em gol as oportunidades que surgirem”, destacou o goleiro boliviano.

Com os próximos desafios em território adversário, Busatto não vê outra alternativa que não seja vencer: “Agora precisamos reverter fora o que não fizemos em casa. Planejamos seis pontos no Castelão, não foi possível, e não queremos estender esse jejum de vitórias. A última atuação nos deixa com esperança para buscar os resultados positivos, nesse momento chave da competição, com os confrontos diretos que teremos pela frente. É encarar todo jogo como se fosse uma final”, frisou.

A equipe Tricolor finaliza a preparação para a partida na tarde desta sexta-feira, no CT do Clube do Remo.

Carregando