Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Eleitores votarão em dois candidatos ao Senado este ano

Desde o início da República, a renovação do Senado Federal é feita de forma parcial

Foto: Reprodução

Único cargo eletivo com mandato de oito anos estabelecido na Constituição Federal, o voto para senador é o que pode ser confuso nessas eleições. O cidadão poderá votar em dois nomes para o Senado este ano, ao contrário do que ocorreu em 2014, quando cada eleitor pôde votar em somente um nome para o cargo.

Essa diferença, no entanto, não é um acaso: trata-se de um revezamento na renovação do Senado Federal, que acontece há décadas e que inclusive está prevista na Constituição. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, os dois votos têm pesos iguais. Não existe prioridade em razão do eleitor votar primeiro em um e depois em outro candidato.

Segundo a Justiça Eleitoral, é que não será possível votar duas vezes no mesmo candidato. Em caso de repetição, o segundo voto é automaticamente anulado, sem prejudicar as demais votações.  O candidato que obtiver o maior número de votos na primeira e na segunda opção somadas será eleito, assim como o segundo candidato mais votado.

Carregando