Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Uso do nome social na prova do Enade já pode ser solicitado pelo candidato

Universitários transexuais e travestis poderão usar nome social a partir da edição deste ano

Nos documentos oficiais, o nome social dos travestis e transexuais deverão esta acompanhados pelo nome civil. (Foto: Reprodução)

O Ministério da Educação liberou NESSA TERÇA-FEIRA (4) para os universitários transexuais e travestis a solicitação da inscrição por meio do nome social para realização das provas do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade).

A solicitação pode ser feita até o dia 10 de setembro, pelo site aqui. É necessário que os interessados devam apresentar documentos comprovatórios da condição que motiva a solicitação de atendimento pelo nome social, como fotografia atual, individual, colorida; cópia digitalizada de um dos documentos de identificação oficial com foto e cópia assinada e digitalizada do formulário de solicitação de atendimento pelo nome social disponibilizado na Página do Participante. Os documentos devem conter todas as informações solicitadas, serem legíveis e no formato PDF, PNG ou JPG, no tamanho máximo de 2MB.

Já as solicitações de atendimento recusadas estarão disponíveis na Página do Participante e os candidatos serão informados por e-mail. Nesse caso, o participante poderá enviar um novo documento comprovatório em até cinco dias. Se ainda assim o documento não estiver conforme o solicitado, o participante travesti ou transexual fará o exame com seu nome civil.

Carregando