Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Não seja o gatilho de alguém: casos de suicídio vem crescendo de maneira alarmante no Brasil

O apoio social é um importante auxílio em combate ao suicídio entre os idosos e jovens que chegam a ser a maioria dos casos no país

A artista e ilustradora Raquel Segal, faz tirinhas sentimentais para ajudar pessoas que estejam passando por algum momento difícil. (Foto: Reprodução / Instagram @aqueleeitaoficial)

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde no boletim Epidemiológico de Tentativas e Óbitos por Suicídio no Brasil, em 2017, o número de casos de tentativas de suicídio no país é alarmante, a alta taxa tem como principais vítimas idosos a partir de 70 anos e jovens.

No âmbito internacional, a cada 40 segundos uma pessoa morre por suicídio no mundo, totalizando quase 800 mil mortes por ano, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. A média nacional é 5,5 por 100 mil. O que também chama atenção é o alto índice entre jovens, principalmente homens, e indígenas.
“Estes dados são preocupantes e merecem um olhar atento de todos nós. O assunto é sério e merece muita reflexão. Não há, obviamente, uma única razão que explique a angústia e o sofrimento intenso de quem decidiu pôr fim à vida.

Se o ato do suicídio parece violento para quem está observando de fora, imaginem a intensidade do desespero interno de quem optou por essa atitude”, disse a doutora Ana Escobar em artigo publicado no G1.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, o Brasil é o país campeão mundial do transtorno de ansiedade e o quinto em número de pessoas com depressão, o que totaliza aproximadamente 11,5 milhões de brasileiros.

O que tem motivado tantas pessoas a se suicidarem do país?

Segundo o Daniel Martins de Barros, psiquiatra do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas (IPq-HC), não é possível reduzir o suicídio a uma única causa, mas a depressão causa uma disfunção dos neurotransmissores do cérebro. “É parte de um conjunto de fatores psicológicos, culturais, físicos e bioquímicos”, disse em entrevista à BBC News Brasil.

Outros fatores que podem desencadear a ações extremas de pessoas, que optam pelo suicídio principalmente os jovens são o bullying, o desespero, desamparo de grupo social, desesperança, desemprego e a dependência química.
Como identificar uma pessoa em meio a pensamentos suicidas?
Pequenos sinais como isolamento excessivo, pensamentos obsessivos sobre a morte, dificuldade de se concentrar, alterações de humor extremas, além de forte sentimento de culpa ou vergonha, podem ser um dos sinais.

Carregando