Fechar
Buscar no Site
O ÓRGÃO DAS MULTIDÕES

Tela Curva: Vale mesmo a pena?

Explicamos o que é fato e o que é marketing sobre smart TVs com tela curva. Confira as vantagens e desvantagens

Em tecnologia, tendências de mercado nem sempre são a prova de que mais novo é melhor. Exemplo disso foi o caso das TVs 3D, descontinuadas pela Samsung e outras fabricantes em meados de 2016 por não serem efetivamente mais vantajosas – ou mais aceitas – pelo público. Mas, e a tela curva? Será que seguem o mesmo caminho ou são mesmo interessantes e possuem vantagens em relação aos modelos de displays planos? Será que a diferença de valor é justificável? A gente explica, nos parágrafos a seguir:

Maior campo de visão

Apenas o fato de dobrar o televisor nas pontas para frente já oferece a sensação de que a imagem é mais ampla daquela exibida em uma tela plana com a mesma quantidade de polegadas, completando melhor o campo de visão de do usuário, especialmente se este estiver bem centralizado. Este é, inclusive, o mesmo recurso utilizado por muitas salas de cinema.

Também, ao menos na percepção do usuário, as smart TVs com tela curva passam a impressão de terem algumas polegadas do que o indicado no modelo. É uma apenas uma impressão, mas não deixa de ser uma vantagem interessante.

Imersão

O ousado objetivo de garantir imersão ao telespectador é obtido pela curvatura das telas, mais do que em modelos planos.

Não é à toa que muitas empresas anunciam esses modelos como “imersivos” ou afiram que jogadores podem “participar da ação”, como se estivessem quase dentro da imagem.

É um exagero, claro, mas faz um certo sentido. E o motivo é biológico: a visão humana é periférica. Por isso, não enxergamos o mundo de forma plana, mas sim de um certo grau curvo, por causa do formato esférico dos nossos olhos.

Dessa forma, smart TVs e monitores curvos emulam o nosso próprio jeito de enxergar o mundo, fazendo da experiência de assistir filmes ou jogar games algo mais intenso e, ao mesmo tempo, mais agradável.

Sensação Gamer

Sendo um pouco repetitivos, frizamos essa questão Gamer das telas curvas, pois elas fazem mesmo mais diferença em monitores e jogos – por estarem mais próximos dos usuários -, do que nas smart TVs – onde elas podem até prejudicar a experiência de quem não vai sentar exatamente à frente da tela.

Então, vale a pena procurar por monitores gamers curvos, se você está preparado para pagar um pouquinho a mais.

Contraste

Outro ponto a favor das telas curvas é que estas concentram melhor a imagem nos olhos do expectador. Noutras palavras, ao invés de serem direcionadas para um plano inteiro, os pontos da imagem tendem ao centro do campo de visão (por isso, favorecem quem senta exatamente ao centro da TV, num sofá, por exemplo). Por estas características, a tela pode produzir cerca de 1.5x até 1.8x mais contraste, se comparado às telas planas.

Os contras da tela curva

Como você já deve ter percebido, nem tudo são flores quando o assunto são telas planas. Para muitas pessoas, a escolha da tela plana pode ficar mais no campo do design – para combinar com lindos e modernos ambientes – do que nas vantagens de assistir conteúdos nelas.

A principal desvantagem é a questão da dificuldade lateral. Quem não está no centro do campo de imagem – sentado em um sofá lateral, por exemplo – terá mais dificuldade em ver as imagens e aproveitar da mesma experiência de quem fica sentado em frente à tela. Em telas planas, essa dificuldade é menor.

O alto custo e a menor disponibilidade de modelos também pode ser considerados desvantagens. Hoje em dia, como esta já não é uma tendência muito relevante, as fabricantes tendem a lançar menos modelos curvos ao longo do ano. E, por passarem uma aparência maior de “sofisticação” e tecnologia em tela – ainda que seja apenas na aparência – telas curvas costumam ser mais caras.

Vale ressaltar também que alguns dos argumentos prós e contras são difíceis de quantificar em números e são comprovados durante experiência do usuário.

Carregando